A gerente Tatiana Lozano Pereira confessou a participação na morte de seu filho em seu primeiro depoimento dado à polícia civil. Itaberlly, de dezessete anos, era homossexual, e foi morto com três facadas no pescoço. A mãe dele disse que o padrasto do rapaz ajudou, mais tarde, a enrolar o corpo do jovem, que trabalhava como fotógrafo, em um edredom. Os dois teriam ateado fogo no cadáver e depois jogado em um riacho da região de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo, onde a família mora. No segundo depoimento, no entanto, Tatiana diz que três homens mataram Itaberlly e que ela não teve qualquer participação no #Crime. Em nenhuma das duas mensagens, ela chorou ou mostrou-se triste com o que aconteceu com o filho.

Ela diz que o jovem era muito afeminado, mas que ela não seria homofóbica ou cometeu o crime por esse motivo.

Publicidade
Publicidade

Tatiana garante que assassinou o filho porque ele não a respeitava e que os dois brigavam muito. Na noite do crime, ela diz que o fotógrafo teria a ameaçado de morte e que guardava uma faca em seu quarto. No momento do assassinato, no entanto, ele estava sentado no quarto, sem nenhum objeto em mãos. O rapaz, segundo a mãe, não ofereceu qualquer resistência na hora da morte.

Carta após a morte

A morte do rapaz gerou a revolta de muitas pessoas, inclusive, parente. Karina Lozano, por exemplo, era prima do rapaz e não se desgrudava dele. Ela usa as redes sociais para matar a saudade do amigo. Karina publicou nesse fim de semana uma carta que ela acredita ter sido psicografada pelo primo. No conteúdo, o rapaz perdoa a mãe.

Veja abaixo o post feito pela prima do rapaz falecido, no qual ela diz que uma carta psicografada seria enviada pelo jovem.

Publicidade

"Estou frustrado, me sinto um lixo, desesperado, ao saber que minha mãe teve coragem de me matar", diz ele no início da mensagem. "Ela me humilhou na frente das minhas amigas, mas estou aqui para avisar que já a perdoei e que onde estou, estou muito bem", continua a carta atribuída ao jovem falecido. O conteúdo completo pode ser visto no post a seguir: