Um recém-nascido foi achado na mata próximo à Prefeitura de Manaquiri, a 60 km de Manaus (AM), no final da tarde de segunda-feira (9). O bebê foi retirado pelos bombeiros que prestaram socorro a ele, que, ao ser encontrado, estava no interior de uma caixa de papelão, coberto por um pano e com seu corpo cheio de sangue e de formigas.

Quem encontrou o bebê foi um agricultor, que, ao ir buscar madeira na mata, avistou em uma parte isolada a caixa. Quando chegou mais próximo, pensou que no interior estava um boneco. Mas ao abri-la, percebeu que era um bebê recém-nascido que estava em um estado precário. O agricultor acionou o resgate, ligando para o Corpo de Bombeiros e para a polícia.

Publicidade
Publicidade

A caixa de papelão onde a criança havia sido colocada foi encontrada em uma área próxima ao km 2 da rodovia estadual AM 354, que dá acesso ao município de Manaquiri.

O agricultor afirmou que a criança estava calada, e que mesmo sendo ferroada pelas formigas, não estava chorando. O homem disse que foi quando se aproximou é o bebê começou a chorar. Para o agricultor, foi como se o bebe quisesse chamar a sua atenção. O homem disse também que nunca em sua vida havia ficado tão emocionado.

Um investigador policial disse a um jornalista que foi um sentimento muito #Emocionante, mas que o deixou revoltado também. Para ele, ver um ser humano naquelas circunstâncias sendo encontrado vivo no meio do mato, em abandono absoluto, é revoltante, principalmente por ser um bebê.

O bebê vai ser submetido a exames, para ser analisado seu estado de saúde.

Publicidade

Ele pesa 2,5 quilos e está internado no hospital do município. Logo que ele chegou ao município, cinco pessoas imediatamente se candidataram para adoção.

Bastante comovido com o acontecimento, o policial diz ter temido se deparar com o bebê morto. Afirmou que de fato seu maior receio era acha-lo morto na caixa. Contudo, no momento que o pegou no colo, logo viu que o bebê estava vivo. Ele afirmou que foi muito gratificante. A população de Manaquiri aplaudiu muito o resgate do bebê abandonado. #2017