Com sua primeira edição em 1985, o festival idealizado e produzido pelo empresário Roberto Medina iniciou o que seria um dos maiores festivais de musica do mundo, em um cenário de pós ditadura militar, foi a primeira vez que um país da América do Sul sediou um evento com tamanho porte. Na época foi o maior palco do mundo, ocupando 250 mil metros quadrados.

Foram até hoje 17 edições, com 1588 artistas, 8,5 milhões de pessoas presentes, 182 mil empregados e 3 milhões de árvores doadas à Amazônia.

Para edição de 2017, temos confirmado como atrações: Aerosmith, Bon Jovi, Maroon 5, Red Hot Chili Pepers e Billy Idol. Entre as atrações a confirmar, temos nomes como Lady Gaga e Guns N' Roses.

Publicidade
Publicidade

Os ingressos para o festival esgotam em horas ou em até em menor tempo, principalmente as meia entradas (estudante). Em 2015m por exemplo, 120 mil #rock In Rio Cards foram disponibilizados e esgotaram em 2 horas.

É a fase mais disputada, visto que são disponibilizados pequenas parte dos ingressos, porém, na data que são postos à venda, que normalmente acontece em novembro do ano anterior, ainda não tem as atrações confirmadas, sendo uma compra quase que ‘as cegas”. Ingresso que não tem data confirmada, pelo fato de não ter as atrações, são escolhidas posteriormente pelo comprador. Para 2017, foram disponibilizados em 10 de novembro de 2016.

Membros do Rock Rio Club tem as vendas abertas antes do #Rock in Rio Card, são membros que pagam uma taxa para aquisição de um cartão, que os beneficiam na compra de produtos oficiais, participação de promoções, informações exclusivas entre outras vantagens.

Publicidade

Tiveram em 2016 as vendas abertas entre os dias 3 e 9 de novembro.

A venda geral dos ingressos acontece em 6 de abril, que são vendidos por volta de 400 mil ingressos. O que seria a última oportunidade para quem quer assistir aos shows.

Para que ganhe tempo e não fique de fora, mantenha seu cadastro no site de compra sempre atualizado e entre na “fila” de compra assim que anunciarem a abertura das vendas. #Brasil