Ainda repercute a morte trágica das 12 pessoas após a chacina em uma festa na virada do ano, em Campinas, São Paulo.

Antes de se matar, o autor dos disparos, Sidnei Ramis de Araujo, de 46 anos, assassinou o filho, a ex-companheira e vários parentes dela. Veja quem são as vítimas:

Isamara Filier: era ex-esposa do assassino e suicida. Aos 41 anos de idade, ela estava se separando dele e lutava na Justiça para ficar com a guarda do filho que ambos tiveram.

João Victor Filier de Araujo: O menor, de 8 anos de idade, era filho de Isamara e Sidnei. De acordo com a polícia, teria sido o último a morrer antes do pai se matar.

Rafael Filier: era irmão de Isamara e tinha 33 anos de idade.

Publicidade
Publicidade

Também morreu no local, junto com outros 11 parentes.

Liliane Ferreira Donato: era a dona da casa onde o #Crime ocorreu. Aos 44 anos, ela não resistiu aos tiros, ao contrário do marido, que está entre os sobreviventes internados.

Alessandra Ferreira de Freitas: era irmã da proprietária da casa e tinha 40 anos de idade.

Antonia Dalva Ferreira de Freitas: a segunda mais velha das vítimas fatais tinha 62 anos e era mãe de Liliane.

Abadia das Graças Ferreira: tia da dona da casa e irmã de Antonia Dalva. Tinha 56 anos e também morreu no local.

Paulo de Almeida: era marido de Abadia, tinha 61 anos de idade, e igualmente morreu no local.

Ana Luzia Ferreira: era irmã mais nova de Antonia Dalva e de Abadia. Morreu aos 52 anos.

Larissa Ferreira de Almeida: jovem de 24 anos era filha de Ana e morreu ao lado da mãe.

Publicidade

Luzia Maia Ferreira: vítima mais velha da chacina, Luzia tinha 85 anos e era mãe de Antonia Abadia e de Ana, além de avó de Liliane, de Alessandra e também de Larissa. Mesmo baleada, foi levada com vida para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Seu filho, de 58 anos, está entre sobreviventes que estão hospitalizados.

Carolina de Oliveira Batista: aos 26 anos, a jovem, que não era casada, faleceu no local. O pai dela é um dos três sobreviventes encaminhados para o hospital logo após a tragédia.

Sidnei Ramis de Araujo: de 46 anos, foi o protagonista da tragédia. Ele matou a todos e se matou logo depois. Os vários tiros não levantaram suspeitas de imediato, já que vizinhos acharam que eram fogos de artifício. A polícia foi chamada após uma das vítimas, baleada na perna, pedir socorro aos moradores da casa vizinha. #Família #Casos de polícia