A internet tem revolucionado a forma com que as pessoas se relacionam. Desde que a sociedade descobriu as redes sociais, ela age de uma forma completamente diferente, até mesmo durante a prática de algum #Crime.

Na última sexta-feira à noite, 28, uma família inteira, residente de Macapá, capital do estado de Amapá, foi sequestrada e passou por grandes apuros. Desde o começo a ação foi transmitida pelo Facebook Live. Segundo o G1, uma casa foi invadida por dois bandidos. Um deles tem vinte e três anos, e o outro, que é menor de idade, tem dezessete anos.

No momento da invasão estavam na casa: um casal, seus dois filhos adolescentes e um sobrinho, que passaria o mês de janeiro com eles.

Publicidade
Publicidade

O sobrinho, ao perceber que a casa estava sendo invadida, conseguiu fugir do local e entrou em contato com as autoridades policiais. Foi assim que ele conseguiu ajudar os tios e os primos de algo muito pior.

Quando os bandidos perceberam que a casa foi cercada por policias do BOPE (Batalhão de Operações Especiais), eles anunciaram que a família estava sendo sequestrada. Com o intuito de ter provas a respeito da negociação com a polícia, um dos bandidos teve a ideia de gravar tudo. Ele usou o celular de uma das vítimas para fazer uma live no Facebook e foi dessa forma que eles exibiram toda a negociação. Os amigos ficaram assustados com tudo que estava acontecendo.

O bandido que fazia a transmissão estava sentado na cama do casal. Ele ria, enquanto fazia a exibição de tudo que acontecia em tempo real através da rede social.

Publicidade

A frieza dos bandidos é algo que chocou a todos. O modo como eles agiram durante a transmissão ao vivo do #sequestro é assustador.

Após negociações, primeiramente eles liberaram os filhos do casal. E só depois de três horas de sequestro, o casal foi libertado. Atingido por coronhadas, o pai da família ficou com alguns ferimentos na cabeça.

O menor de idade que participou do crime foi levado para a delegacia e liberado em seguida, o maior de idade foi levado para um presídio daquela região. #Facebook