O pastor Valdemiro Santiago, conhecido por ser líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, meteu-se novamente em uma situação de apuros nesta quarta-feira, 18. A informação foi dada pelo site da Revista Veja São Paulo. De acordo com a revista, a própria assessoria de informação dos envolvidos na situação confirmou a situação. Mas o que aconteceu? Um barco onde estava Valdemiro acabou ficando à deriva. Ele então precisou pedir socorro ao Corpo de Bombeiros, que realizou um resgate misterioso. A assessoria dos Bombeiros disse que recebeu o chamado e mandou salva-vidas ao local. Já o departamento jurídico da Igreja Mundial disse que isso realmente aconteceu e aproveitou para dizer que o religioso está bem.

Publicidade
Publicidade

A nova situação envolvendo Valdemiro acontece poucos dias depois deve levar três facadas. Pelo menos uma delas atingiu o pescoço do religioso, que é conhecido também pelo fato de apresentar programas na televisão. Um homem se passando como fiel da igreja aproveitou para atacar Santiago. Ele dava as bençãos, no meio de centenas de pessoas, quando tudo aconteceu. O apóstolo acabou levando vinte e cinco pontos no pescoço e ficou bem. Até a camisa dele ensanguentada está sendo usada para realizar sessões de cura. Ele ainda pede mais fé de seus seguidores e que eles consigam pelo menos oito mil pessoas, que todos os meses, doem mil reais. O dinheiro é para manter o canal da igreja no ar.

De acordo com as informações prévias da nova enrascada do pastor, além de Valdemiro, outras duas pessoas estavam no barco com ele.

Publicidade

Não foram reveladas as identidades e os sexos dessas pessoas. Apenas se sabe que houve uma falha mecânica na embarcação e que o chamado de Valdemiro aos bombeiros aconteceu perto de dez horas da noite. Os especialistas em resgate, no entanto, apenas encontraram o barco dele sete horas depois, às 5h30 da madrugada do dia seguinte. Tudo aconteceu próximo ao farol Ponta do Boi, em Ilhabela. Após o resgate, Santiago foi simpático e fez questão de tirar um selfie com os heróis da vida real. #Crime