Muita gente comemorou o fato do ano de 2017 contar com um grande número de #Feriados prolongados e até já planejam como aproveitá-los da melhor forma possível. Porém, isso gera preocupação na #Economia, que já sabe quanto isso lhe custará. Segundo estimativa feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), o Brasil perderá em torno de 10 bilhões e meio de reais devido aos feriados nacionais e “emendas” (ou “pontes”), que é quando um feriado cai na terça ou quinta-feira e também não se trabalha na segunda ou sexta-feira, respectivamente. O número é 2% maior que a estimativa feita no ano passado.

Publicidade
Publicidade

Em nota, a entidade defende que essas “emendas” devam ser revistas, uma vez que o país atravessou dois anos de forte recessão econômica. A Fecomércio - SP entende que isso ajudaria na produtividade da economia. Ainda, de acordo com o levantamento, somente o setor de vestuário, tecidos e calçados deixará de ganhar em torno de R$ 1,1 bilhão com os feriados, aumento de 26% em relação ao ano que terminou.

Outro problema destacado pela entidade é o alto custo para os comerciantes que decidam abrir aos feriados, uma vez que isso aumentaria seus custos em 100%, tornando a prática inviável. Por isso, a Federação defende o debate do assunto “em nome da modernização das relações trabalhistas, pois o excesso de proteção por meio dessa elevação de custos acaba prejudicando as empresas, que acabam optando por não abrir no feriado”.

Publicidade

Em 2017, serão 11 feriados nacionais, sendo 6 prolongados, isso sem contar os feriados estaduais e municipais. Muitas cidades também decretam feriado em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, que neste ano cai em uma segunda-feira. Veja a lista de feriados:

Fevereiro

28 - terça-feira (Carnaval)

Abril

14 - sexta-feira (Paixão de Cristo)

21 - sexta-feira (Tiradentes)

Maio

1º - segunda-feira (Dia do Trabalho)

Junho

15 - quinta-feira (Corpus Christi)

Setembro

7 - quinta-feira (Independência do Brasil)

Outubro

12 - quinta-feira (Padroeira do Brasil)

Novembro

2 - quinta-feira (Finados)

15 - quarta-feira (Proclamação da República)

Dezembro

25 - segunda-feira (Natal) #comércio