Na manhã deste último domingo (08), o apóstolo e líder da Igreja Mundial do Poder de Deus foi esfaqueado enquanto ajudava a ministrar uma das celebrações matinais, no Brás, Centro de São Paulo. O culto acontecia por volta das sete horas da manhã, e Valdemiro Santiago, conhecido pelos programas de televisão, estava no palco quando foi atacado por um dos fiéis.

O homem, que não teria passagem pela polícia, percebeu que poderia se aproximar com facilidade do líder religioso e subiu no palco para receber uma oração, mas já com intenção de usar a arma branca. O agressor tinha a faca escondida debaixo de uma blusa de frio, e no momento da suposta bênção acertou o pescoço e as costas do pastor.

Publicidade
Publicidade

As reuniões religiosas são sempre televisionadas e flagraram todo o ocorrido. Valdemiro foi retirado às pressas do palco para ser atendido, e as imagens mostram ele com uma das mãos tentando estancar o sangue do ferimento.

Os fiéis que assistiam a tudo ficaram extremamente assustados com o que aconteceu, muitos gritaram e começaram a chorar. Imediatamente após o suspeito tentou fugir do local, mas os seguranças da igreja saíram em busca do mesmo e conseguiram localizá-lo e detê-lo até a chegada da polícia. Veja as cenas chocantes do #Crime no link a seguir:

Uma equipe de resgate foi chamada ao templo e socorreu o pastor que foi encaminhado para o Hospital Sírio Libanês. Ao todo ele recebeu cerca de quarenta pontos nos ferimentos, já foi liberado e passa bem. De acordo com a polícia, que também esteve no local, o suspeito é Jonhatan Gomes Higino, de 20 anos, que portava com ele um facão bastante enferrujado.

Publicidade

Ele foi detido em flagrante e já na polícia, em depoimento, teria dito aos investigadores que se sentia ameaçado há cerca de cinco meses. Segundo o criminoso, o líder religioso teria dito especificamente a ele, que o mesmo seria crucificado, foi quando Jonhatan começou a planejar o crime.

O jovem não tinha passagens pela polícia, e ao que parece havia se desentendido em uma discussão com Valdemiro há algumas semanas. Ele poderá ser indiciado por tentativa de homicídio por motivos torpes. Nas redes sociais o pastor declarou que o jovem já ‘está perdoado’ e que todas as pessoas também deveriam perdoá-lo. #Casos de polícia