Na cidade de Foz do Iguaçu, na região oeste do estado do Paraná, um terrível acidente aconteceu na BR-277. A colisão foi entre uma #moto e um carro, no quilometro 724, onde acontece uma ligação de retorno. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou as imagens que foram captadas pelo sistema de vídeo e monitoramento da Polícia.

No momento exato das 19 horas e 24 minutos, uma moto que estaria fazendo um retorno, acabou colidindo terrivelmente com um carro, a moto explodiu. Na moto, estavam o motociclista e mais uma pessoa na garupa, na hora da colisão as duas pessoas da moto foram arremessadas e a moto ficou em chamas.

Antes do motociclista cair no chão, seu capacete já tinha voado de sua cabeça e ele bateu no chão com força, sem nenhuma proteção.

Publicidade
Publicidade

A outra pessoa que estava na garupa da moto foi socorrida com vida e levada para o Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, está em estado estável. O motociclista infelizmente acabou falecendo no hospital, devido as fraturas.

O motorista do carro se recusou a fazer teste de bafômetro para a Polícia Rodoviária, agora o caso será investigado. Depois do #Acidente, ele conseguiu frear o carro após alguns metros de distância, passa bem e não sofreu nenhum ferimento.

Veja o vídeo divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) do momento exato do acidente, 19 horas e 24 minutos do dia 22 de janeiro.

Mais acidente no Paraná

No mês passado, outro acidente ocorreu, só que desta vez na cidade de Maringá. Um carro colidiu na traseira de um ônibus, deixando três vítimas. Devido as câmeras de uma concessionária, foi possível flagrar o momento do acidente.

Publicidade

Três jovens tentaram desviar de um carro e jogaram o veículo para a direita, com isso, acabou colidindo com a traseira de um ônibus.

A Polícia analisou que não houve apenas um culpado, mas sim, um conjunto de grandes falhas que provocou o acidente, três carros foram envolvidos no acidente. O jovem que dirigia o veículo não tinha carteira de habilitação, essa seria uma das falhas que ocasionaram as mortes. #Paraná