Infelizmente, muitas vezes, brigamos sem ter muitos motivos. Nesta quarta-feira, 1, um vídeo mostrando uma briga generalizada em uma padaria acabou viralziando nas redes sociais. Sete pessoas, entre elas, duas mulheres e cinco homens, aparecem em um confronto generalizado. Não se sabe ao certo porque todos estariam brigando. No entanto, dois homens são os alvos preferidos do grupo. Aparentemente, todas as pessoas estavam lanchando na padaria, quando houve o desentendimento e a pancadaria acabou começando. "Segura ela, segura ela", grita um homem, que não teve o nome identificado.

Não é possível dizer ao certo onde e quando o vídeo do reboliço foi feito, mas a 'treta' acabou se tornando um dos assuntos preferidos das redes sociais.

Publicidade
Publicidade

E nem foi apenas a briga entre os sete das imagens que repercutiu. A oitava pessoa é que faz o vídeo se tornar "divertido". Um homem, provavelmente o que fez as imagens a partir de um celular e depois colocou na internet, ao perceber que o grupo está indo em sua direção, dá um conselho. "Pode brigar, mas se derrubar meu lanche vão ver só", diz ele, que parece não se preocupar muito com o furdunço que acabou se formando na padaria.

Não se sabe ao certo como o confronto acabou terminando, mas muita gente tem grande curiosidade para saber o que aconteceu com o grupo e, é claro, o motivo para que todos tivessem tamanho desentendimento. "Eu acredito que a briga começou porque alguém comeu a coxinha do outro. Aí essa pessoa não quis confessar o #Crime, todo mundo se culpou e saíram na pancadaria.

Publicidade

Mas entendo, por uma coxinha a gente faz qualquer coisa", disse uma internauta na rede social.

O mistério continua. Caso alguém o descubra, entre em contato conosco e nos ajude a desvendar a solução para tudo isso.

Veja abaixo o vídeo que mostra a confusão em uma padaria brasileira. Na sua opinião, a pessoa estava certa em estar mais preocupada com a comida, do que com os brigões? Não esqueça de deixar seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo.