Um suposta brincadeira acabou tirando a vida de uma mulher em uma padaria do litoral paulista, Praia Grande. O próprio marido teria atirado no pescoço da esposa após mostrar para ela a #arma que ele havia acabado de adquirir. Um das padarias com mais movimento da cidade, a padaria Santa Terezinha, da Avenida Presidente Kennedy, teve sua gerente morta.

Alexandre Severino de Noronha, de 35 anos, tinha comprado uma arma e queria mostrar para sua esposa, Francisca Marinheiro da Silva, 37 anos, os dois eram gerentes da padaria e estavam no local em horário de trabalho. O casal estava em "quarto" da padaria que é reservado para funcionários.

Publicidade
Publicidade

O delegado responsável pelo caso, Alexandre Comin explicou que Noronha pegou sua arma e apontou para um dos funcionário da padaria, rindo e brincando, em seguida apontou para sua esposa e depois tirou algumas das munições. Não satisfeito com a brincadeira, Noronha apontou o instrumento novamente, mas para seu desespero, a arma acabou disparando contra Francisca em direção ao seu pescoço.

As câmeras de monitoramento da padaria mostraram o desespero de Noronha ao perceber que havia machucado sua mulher, testemunhas da padaria falam que ele arrastou a mulher até a porta e um dos funcionário tentou fazer uma massagem cardíaca para reanimá-la.

Ainda com vida, Francisca foi encaminhada para o pronto socorro, mas Noronha recebeu a notícia de que sua esposa havia falecido, ele entrou em estado de choque e passou mal.

Publicidade

A médica soube do acontecimento após o próprio Noronha contar e acionou imediatamente a polícia.

Preso em flagrante

A polícia encaminhou o rapaz que foi preso em flagrante por porte ilegal de arma e homicídio doloso. Em depoimento, testemunhas enfatizaram que ele só estava brincando. Um dos funcionário disse que ficou constrangido com a brincadeira e saiu do local, em seguida ouviu o barulho do tiro.

O delegado finalizou dizendo: "Não se pode brincar com uma arma. Por mais que ele não tivesse a intenção de matá-la, só o fato de brincar e apontar a arma para a vítima faz com que ele tenha que responder".

Veja o vídeo da câmera de monitoramento.

#Crime #Morte