Nessa semana, um vídeo de um tribunal brasileiro viralizou nas redes sociais. No julgamento de um estuprador, as coisas saíram do controle e a juíza que estava comandando tudo se sentiu desrespeitada. O julgamento era de um #Crime de estupro que ocorreu no Rio de Janeiro. A vítima, além de estuprada, teria sido morta pelo abusador, que ainda cortou suas mãos, pois elas teriam arranhado seu rosto. No momento da confusão, um capitão era ouvido como testemunha de acusação do estuprador. Ele foi um dos responsáveis por encontrar o corpo da jovem.

O capitão não estava aceitando responder as perguntas do advogado de defesa do acusado, representado pela figura do 'Doutor Quaresma'.

Publicidade
Publicidade

Ele ameaçou se levantar em inúmeros momentos e até chegou a ficar de pé, falando que não tinha medo do advogado. A juíza, que não teve o nome revelado no vídeo, pede para que o capitão se contenha. Ela chama Quaresma para uma sala reservada, mas o capitão faz uma piadinha com a magistrada. Ao ouvir, a juíza volta, coloca o dedo em riste no rosto do militar e mostra que uma mulher jamais deve ser desrespeitada.

"Povo sem nenhuma noção, a unica que esta dando algo bom exemplo é a juiza. Advogados sem nenhum decoro ou respeito, o capitao então...E essa gente que esta a cargo da segurança e justiça? Não é por acaso que estamos ferrados no Brasil", disse um internauta que viu às imagens. "Não sei o motivo do julgamento, não conheço o réu, nem esse advogado. Só vi uma zona dentro do que eu acho ser um fórum.

Publicidade

Ninguém respeitando ninguém. Quem está errado? Acho que todos. Inclusive quem gravou", completou outro internauta ao ver as cenas.

Publicado em uma página no Facebook nessa semana, o vídeo atingiu mais de um milhão de exibições nas redes sociais. O público se mostrou dividido, mas e você, o que pensa sobre a confusão mostrada em um tribunal? Comente.

Veja abaixo o vídeo que viralizou nas redes sociais e que mostra a atitude de uma juíza ao ser desrespeitada por uma das testemunhas no julgamento. "Me respeite", diz ela.