O carnaval, sem dúvida, é a maior festa do Brasil. Geralmente, os foliões curtem a alegria por cerca de uma semana. Um dos momentos mais conhecidos dessa festa são os desfiles das agremiações do samba na avenida. A beleza escancarada dos carros alegóricos e dos fantasiados é conhecida no mundo inteiro. Boa parte das fantasias é feita de penas. Mesmo com o avançar da tecnologia, este tipo de material continua ser usado. É inegável que é lindo ver uma rainha de bateria com penas grandes e exuberantes. Esse tipo de fantasia é bastante cara. Algumas chegam a custar, segundo as próprias musas, cerca de R$ 50 mil.

Em alguns animais, no entanto, para se retirar as penas, o processo é considerado polêmico.

Publicidade
Publicidade

Entidades de defesa dos animais chamam a ação de dolorosa e desnecessária. Faisão, ganso, avestruz e o pavão são as aves prediletas para o uso de penas em fantasias. O Brasil, no geral, importa esse material de países considerados pobres, como a Índia, África do Sul e China, que apesar de ser hoje a segunda maior economia do planeta, na divisão das riquezas é ainda considerado um país problemático, parecido com o Brasil, inclusive.

As aves, no momento em que são arrancadas suas penas, são levantadas pelo pescoço. Isso acontece durante décadas. A produção de penas para alguns animais chega a durar incríveis quarenta anos. É só o tempo delas crescerem novamente, para os tratadores reiniciarem o processo de retirada das penas. A luta dos animais chega a provocar fraturas, mas o dinheiro fala mais alto, pois as penas valem muito.

Publicidade

Uma única pena de faisão pode chegar a custar R$ 100

Veja abaixo como, geralmente, as penas dos animais são retiradas. Atenção, para algumas pessoas as imagens do vídeo são consideradas fortes. Por isso, deixamos nosso alerta. Na sua opinião, em pleno 2017, com muitas tecnologias existentes, já não era tempo de que se procurasse outro meio para colocar exuberância nas fantasias carnavalescas? No mercado, inclusive, apesar de não tão belos, existem materiais sintéticos. Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas importantes para a sociedade.

#Carnaval