Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra uma sequência de cenas que vai da descoberta de um ladrão em ação no comércio de rua até a sua perseguição e detenção.

Tudo começa com o um cidadão registrando os movimentos do meliante, que já vinha agindo há alguns minutos no comércio local. Ele mostra a abordagem do suspeito e o comportamento dos demais pedestres, que também já haviam percebido que se tratava de um gatuno em plena ação.

O cinegrafista filma o suspeito tentando disfarçar enquanto entra em uma loja e outra. “Olha ele ali, tomando uma coquinha, fingindo que nada acontece, e o povo tudo olhando”, diz o cinegrafista.

Publicidade
Publicidade

O responsável pelas filmagens resolve então entrar em ação e correr atrás do sujeito. “Eu vou atrás dele, vou dar uma nele. Vamo que vamo. Vamos atrás da caça (sic)”.

Dito e feito. O cinegrafista o acompanha e percebe que em uma loja ele furta alguns bonés. Depois ele consegue alcançar o suspeito antes que ele saia da loja e o segura pela camisa. “Onde você vai? Onde você vai?. Solta as coisas e abre a mochila. Esvazia aqui, esvazia”.

Nesse momento o suposto gatuno sai correndo. Começa uma perseguição. Depois de gritos de “pega ladrão”, o sujeito acaba sendo imobilizado.

”É menos um”, diz o perseguidor do suposto ladrão, que permanece sentado na calçada.

E ainda conta todo o percurso do meliante, detalhando seus passos nos comércios em que se beneficiou e mostrando o produto dos furtos.

Publicidade

“Tá tudo recuperado aqui, vamos que amos. Perseguição atrás do vagabundo. Depois eu mostro pra todo mundo. Peguei (ele) lá na frente. Ele correu aqui uns quinhentos metros, só que correu do cara errado né? Que a gente corre também, a gente não é besta. Chegamos aqui na loja do senhorzinho. Tava roubando boné pra caramba como vocês podem ver aqui. Teve nem dó. Esses caras não têm dó não (sic) ”.

O cinegrafista então devolve todo o material que havia sido recuperado. Nesta altura, o acusado já está escoltado por policiais militares, que foram chamados logo após a perseguição.

#Crime #Investigação Criminal