A greve dos policiais no Espírito Santo já dura 5 dias e os números da #Violência só aumentam, segundo o Sindicato dos Policiais Civis já foram contabilizadas #95 mortes. Mas a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), diz que ainda não tem um balanço. A cidade está parada, nesta quarta-feira (8), os moradores da #grande Vitória sofreram sem atendimentos nos postos de saúde, escolas e faculdades permaneceram fechadas e alguns bancos e shoppings não estão funcionando.

As famílias dos policiais continuam protestando, bloqueando as entradas dos batalhões, eles exigem um reajuste salarial para os trabalhadores.

Publicidade
Publicidade

Sem polícia nas ruas, cresce o número de roubos e homicídios e, consequentemente, a população da grande Vitória vive dias de medo e sofre com a falta de atendimentos em órgãos públicos.

Sem transportes nesta quarta-feira

Sem a polícia militar nas ruas, o presidente do Sindicato dos Rodoviários Edson Bastos, informou em nota que os ônibus não iriam circular por falta de segurança, nenhum veículo saiu das empresas. Segundo Bastos, alguns motoristas que rodaram na terça-feira passaram por perigos e ele decidiu prevenir a saúde dos trabalhadores. “Tivemos vários assaltos, armas na cabeça de motoristas mandando invadir lojas para furtar objetos, alguns meliantes fechando as ruas, estamos sem nenhuma segurança", explica o texto.

População exige a volta dos policiais

Ainda na terça-feira, vários moradores organizaram protestos na frente de batalhões da PM no Espírito Santo.

Publicidade

A população exige que os PMs voltem ao trabalho, as manifestações aconteceram em Vitória, Guarapari e Cachoeiro de Itapemirim. As Forças Armadas e Força Nacional estão nas ruas patrulhando e tentando apaziguar um pouco a situação crítica que vive o estado. Mesmo com os soldados do exército circulando nas ruas, os crimes continuam acontecendo. A população se revoltou e prendeu dois suspeitos que estavam cometendo vários assaltos no bairro Itaparica, Vila Velha.

Moradores gravam vídeos e postam nas redes sociais, foram gravados vários assaltos, lojas saqueadas e até mesmo tiroteios no meio da rua. Um dos vídeos mostra dois homens que tinham acabado de cometer um assalto, quando um carro vermelho se aproxima e começa atirar contra os assaltantes. Depois eles atiraram contra uma delegacia da Polícia Civil onde se encontrava um policial que saiu ileso. A população paga por falta de políticas verdadeiras e padece por falta de atitude do governo.