E não é que famosos também são mal pagadores? Pois bem, a cantora de axé, #Claudia Leitte se recusa a quitar uma dívida que ela tem junto ao MinC (Ministério da Cultura), por ter descumprido regras da #Lei Rouanet.

Além do MinC, a cantora também enfrenta ações trabalhistas de alguns de seus ex-funcionários na justiça.

De acordo com o portal de notícias online do G1, a cantora Claudia Leitte não devolveu aos cofres públicos os valor de R$1,2 milhão, devido a irregularidades em uma turnê da cantora, financiado pela Lei Rouanet. Saiba mais aqui.

Claudia Leitte não quer pagar ao Ministério da Cultura

Segundo informações do Ministério da Cultura, Claudia Leitte descumpriu o prazo para fazer a devolução do valor devido, já que foram constatados erros na prestação de contas do dinheiro gasto em uma turnê da artista.

Publicidade
Publicidade

Por este motivo o MinC está preparando um relatório que será enviado ao TCU (Tribunal de Contas da União).

O TCU vai analisar o relatório e em até 180 dias pode ser instaurada uma Tomada de Contas Especiais e a produtora da cantora conhecida como CIEL, vai ser incluída no Cadin (Cadastro Informativo dos Créditos Não Quitados de Órgãos e Entidades Federais), na lista dos maus pagadores.

A assessoria da cantora em nota deu o seguinte esclarecimento: "Neste momento a CIEL Empreendimentos Artísticos não se pronunciará sobre o assunto".

Sem cota gratuita

Ainda de acordo com o MinC, a prestação de contas não foi aceita devido ao descumprimento de algumas regras, entre elas a garantia de uma cota de ingressos que deveria ser gratuito para o público de baixa renda. Esta ação é conhecida como "democratização de acesso" e é fundamental para ter acesso ao dinheiro disponível para fomentação da cultura de acordo com a Lei Rouanet.

Publicidade

Também ficou constatado que o valor dos ingressos estavam acima do preço convencional e que a produtora não distribuiu a cota de ingressos em forma de cortesia para escolas públicas e para as entidades de assistência social como previsto no projeto.

Claudia nega dívida

A cantora informou que todas as regras foram cumpridas e negou que tenha uma dívida junto ao MinC. Ela ainda afirmou que a CIEL tem como provar que fez a distribuição da carga de ingressos gratuitos como era previsto em contrato.

Funcionários de Leitte foram à justiça

Não é a primeira vez que Claudia Leitte tem problemas com a justiça por falta de pagamento. Em outubro de 2016, funcionários da cantora entraram na justiça para receber seus direitos trabalhistas, alguns trabalhavam para Leitte há vários anos sem ter carteira assinada, adicional noturno e pagamento de horas extras. Paulo Sampaio, tio e ex-assessor da cantora também entrou na justiça pedindo R$500 mil de indenização.

Mas uma vez a assessoria de imprensa de 'Claudinha', veio a público na ocasião informar que ela cumpria todas as leis trabalhistas vigentes no Brasil. As informações são de Fabíola Reipert. #Calote