Um fato tem chamado bastante atenção dos internautas. Uma criança de apenas 11 anos sofreu queimadura ao brincar com álcool em gel. A criança teve 40% do corpo queimado. O caso aconteceu em Fortaleza na tarde do último sábado (28). De acordo com relatos dos pais, a criança que reside no Bairro Montese,em Fortaleza, disse que estava imitando uma brincadeira que tinha visto em um vídeo na internet.

Com queimaduras de 2º e 3º em 40% do corpo, o garoto teve que passar por uma cirurgia e continua em observação no hospital.

Cleiton Peixoto, o pai do menino, afirmou que seu filho estava acompanhado do irmão na casa da avó no momento que aconteceu o acidente.

Publicidade
Publicidade

Ele afirmou ainda que tinha saído para o trabalho com a sua mulher e recebeu a ligação da avó do menino noticiando que tinha acontecido o acidente e que teve que levar imediatamente ao hospital.

O garoto disse que durante um vídeo na internet viu que havia outras crianças brincando com álcool em gel e que por conta disso resolveu também fazer a brincadeira. O pai disse que na sua residência havia o produto e que seu filho tentou por o álcool dentro de uma garrafa e acendeu, daí aconteceu a explosão e atingiu na metade do rosto, nas costas e nas pernas do menino. O irmão não foi atingido, não teve queimaduras, apenas um ferimento no pé, porém não foi considerado grave.

Criança segue em observação no hospital

Os vizinhos ajudaram imediatamente o menino e foi levado em aproximadamente 20 minutos para o Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza.

Publicidade

De acordo com o pai do garoto, ele passa bem e não corre risco de morte. Ele teve que passar por uma cirurgia nesta quarta-feira (01), no tórax e na tarde de hoje (03) passará por uma cirurgia na perna.

Segundo o médico João Neto, do setor de queimados do do IJF, a criança sofreu queimaduras graves, porém já está passando por tratamentos cirúrgicos e cuidados adequados.

O pai afirmou que segundo os médicos, o seu filho terá alta em 30 dias e felizmente não ficará com sequelas. #queimadura