Um crime bárbaro chocou moradores de São Gonçalo, uma família inteira foi morta a tiros dentro da própria casa, durante a madrugada de sexta-feira (17). As vítimas eram O advogado e diretor da OAB, Wagner da Silva Salgado, de 47 anos; a mulher dele, Soraya Gonçalves de Rezende, 37, e a filha do casal, Geovanna Rezende de 9 anos. Eles foram executados enquanto dormiam. A polícia foi chamada pela vizinhança, que acordaram com os disparos.

De acordo com o delegado que está afrente do caso, Fábio Barucke, da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), existem alguns indícios que o #Crime teria sido motivado por uma briga judicial por herança.

Publicidade
Publicidade

Soraya que é filha adotiva de Yone Rezende, brigava na justiça com a irmã Simone, pela herança deixada pelo pai há 20 anos. Soraya chegou a pedir a Justiça em 2014, que houvesse prestações de conta do inventário do pai. E em 18 de junho de 2016, a esposa do presidente da OAB, chegou a registra um Boletim de Ocorrência contra a irmã, na 73ª Delegacia de Polícia, após publicar em sua rede social uma foto com o pai, e a irmã (Simone), publicar comentários extremamente ofensivos a seu respeito.

O prédio onde a família foi encontrada morta é da mãe de Soraya, que também mora no local. Simone passou a tarde sendo ouvida na Delegacia de Homicídios. Um amigo íntimo da família e padrinho da filha do casal, Fábio Lorenço, também foi ouvido.

Telma Sagado, mãe do advogado Wagner Salgado, não quis gravar entrevista, estava muito abalada, por ter perdido seu único filho de maneira tão trágica.

Publicidade

Uma amiga da família de Telma há mais de 40 anos, Kelfany Castro, informou que Telma não tinha irmão e seus pais já eram falecidos. Kelfany declarou ainda que seu filho e Wagner eram muito amigos, e que ele era um homem muito tranquilo.

A OAB divulgou uma nota lamentando a morte do diretor e sua família, afirmando que ele era um profissional excelente. O presidente da OAB Eliano Enzo, comunicou ainda que Wagner pertencia à área cível, e nunca quis atuar na área criminal. A nota informa ainda que a associação está cobrando das autoridades agilidade nas investigações, para elucidação do caso.

Encontrado com vida

Quando a polícia chegou ao local do crime por volta das 05h00min, encontrou o Wagner gravemente ferido, mas ainda com vida ele foi encaminhado ás pressas ao Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi atingido com três tiros na cabeça. Soraya e a filha do casal já foram encontradas sem vida na residência.

Perícias realizadas no local afirmaram não haver sinais de arrombamento, e a família foi atingida pelos disparos enquanto ainda dormiam.

#Investigação Criminal