A onda de criminalidade nunca para de surpreender a população brasileira, que fica trancada em suas casa sem liberdade de sair às ruas durante a noite. Esse fato está piorando, sendo que muitos não tem mais segurança nem durante o dia, sendo alvo de assaltos em roubos durante grande movimento de pessoas nas ruas e nos passeios. Nem isso impede a ação dos criminosos, que não escolhem muitos suas vítimas e saem atacando todas as pessoas sem dó.

Todo mundo sabe que o Brasil carece de políticas públicas relacionadas à segurança pública, que demonstra ser caótica e insuficiente para conter a criminalidade que parece que só aumenta a cada dia.

Publicidade
Publicidade

Muitos culpam os policiais pela onda de #Crime, mas esquecem que são os políticos os agentes capazes de modificar as diretrizes da segurança pública no país.

Enquanto nada é feito, milhares de pessoas são vítima de crimes bárbaros todos os dias. E a violência desses crimes vem só aumentando, o que preocupa ainda mais a população, que vê-se amedrontada e presa dentro de suas próprias residências.

Ladrão não escolhe dia e nem hora para atacar e muitos aproveitam o movimento diurno para fazerem suas vítimas. Nem mesmo a chuva ou o mal tempo impede a ação criminosa em que está disposto a arrancar do trabalhador seus bens que foram ganhados com muito suor e trabalho, para irem embora com o criminoso em questão de segundos.

O sentimento é de impunidade total, mas muitas vítimas não sabem o que fazer para mudar esse cenário.

Publicidade

De mãos atadas, a única escolha de quem é surpreendido por um ladrão é apenas não reagir e entregar tudo que tem. Essa foi a reação deste homem que quase teve sua moto roubada por dois homens.

O rapaz dirigia sua moto azul quando dois homens emparelham outra motocicleta a sua na estrada e aponta uma arma para ele. Assustado, o homem diz que vai parar e grita que tem seguro, mostrando que poderá ser ressarcido pelo bem logo após ser roubado por eles. Assista:

Mesmo assim os homens não perdoaram e tocaram o terror no motociclista que estava com sua esposa. O homem entregou a moto e foi perseguido pelos bandidos, que não encontraram a chave. Na perseguição, o homem foi atingido por um tiro e os bandidos fugiram sem levar a moto do casal. #Casos de polícia