O Brasil é um país conhecido por sua disparidade social. Enquanto poucos ganham muito, muitos ganham pouco. Por conta disso, durante décadas, milhões de pessoas passaram fome pelo país. Hoje a fome já não é uma realidade da população, mas mesmo assim milhões de pessoas passam grande dificuldade, sem ter nem ao menos rede de esgoto. Até em grandes cidades, como São Paulo, pelo menos metade dos moradores não tem acesso a água tratada e encanada, por exemplo. Nos anos 1990, no entanto, a situação do país era ainda mais crítica para a fome. Um caso, em especial, ganhou as manchetes daquela época.

Aos dez anos de idade, Rosimere Amorim da Costa, conhecida pelo apelido carinhoso de Meirinha, ganhou as manchetes de todo o país.

Publicidade
Publicidade

O motivo? Ela tinha o mesmo peso de sua idade, apenas dez quilos. Nem mesmo os especialistas conseguiam entender como aquela criança sobrevivia passando tanta fome. O estado de Meirinha era realmente extremo. A criança, quando foi flagrada em tal condição por jornalistas, estava, de fato, em uma condição bastante debilitada.

A pequena menina vivia em um bairro de Fortaleza, no Nordeste. O estado de fome dela foi discutido em vários noticiários da televisão e Meirinha e sua família passaram a receber ajuda. Foram ao todo dois anos para que a garota se recuperasse totalmente de sua desnutrição. Os anos se passaram e Rosimere cresceu. Ela sobreviveu à fome, casou-se e teve cinco filhos.

Hoje a protagonista das reportagens que impactaram o #Brasil agradece pela ajuda que recebeu. Foram vinte e seis anos da primeira reportagem sobre sua fome até os dias atuais.

Publicidade

Casada com Zezinho, um pescador, hoje Rosimere não passa fome, mas tem uma vida extremamente simples. Ela mora em um cômodo que é dividido entre os sete membros de sua família. Segundo a jovem mãe, muitas pessoas fizeram promessas, mas sumiram. Ela diz que falta tudo em sua casa, mas que não vai deixar os filhos passarem fome.

Veja abaixo uma publicação que mostra a família da menina anos depois ela ter passado fome: