Um estagiário da empresa Cantareira Construtora e Imobiliária, localizada em Maringá, no Paraná, acabou sendo desligado da empresa, após postar fotos nas dependências da Construtora, com comentários machistas e ofensivos.

A etiqueta profissional conta muito, e hoje é muito fácil de ser descobrir a falta dela, principalmente quando se utiliza as redes sociais para isso. O jovem estagiário postou legendas em foto em que estava na empresa, em que desafiava as feministas e as “aborteiras”, descritas por ele.

Em uma imagem mostra o rapaz está próximo a um caminhão, que está carregado com sacos de cimento, ele então descreve: "Procurando alguma feminista pra ajudar a descarregar.

Publicidade
Publicidade

Direitos iguais até chegar à carga de cimento". Ainda em seu Facebook e com fardamento da empresa, ele posta outra foto, onde aparecem umas casas, e o local onde ele esta de pé, seria feito a canalização de esgoto do local, e ele coloca a legenda: “Analisando um projeto hidros sanitário onde vai passar os argumentos das feministas, aborteiras, etc.".

A empresa tomou conhecimento do o ocorrido e nesta quarta-feira (8), resolveu manifestar sua opinião também em redes sociais. Argumentando ter tomado conhecimento das postagens do estagiário contratado pela construtora. O grupo Cantareira afirmou ser completamente contraria a opinião do rapaz, que foi descrita como sexista e extremista. Reafirmou que embora o estagiário tivesse feito às fotos nas dependências da empresa, ele utilizou o post em sua rede social pessoal, e o grupo não compactuava com o mesmo pensamento.

Publicidade

A empresa ressaltou ainda desprezar qualquer incitação de ódio e preconceito. Após os esclarecimentos a empresa finalizou a nota afirmando que o estagiário não fazia mais parte do quadro de funcionários da Construtora.

Após o comunicado a Construtora decidiu excluir as fotos do ex-estagiário, para evitar o linchamento virtual do rapaz, deixando publicado apenas o conteúdo do texto. Que mesmo sem a foto, com duas horas de postado já tinha mais de 5 mil curtidas, além dos compartilhamentos.

Pouco tempo depois a empresa postou outra foto, de uma mulher com a farda de construção civil, com a seguinte legenda: “Essa foto merece ser postada mais uma vez!! Todos juntos por uma sociedade com mais respeito e igualdade!!” Dentro da foto constava a frase: “Lugar de mulher é onde ela quiser”. O Post já teve mais de 14 mil curtidas em algumas horas de publicado, além de mais de 1200 comentários e quase 1 mil de compartilhamentos.

#Crime #Casos de polícia