Condenado a 22 anos de prisão em 2013 por homicídio triplamente qualificado contra sua ex-namorada Eliza Samudio, o ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza teve seu pedido de habeas corpus aceito pelo ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello. O ex-jogador do #Flamengo deve ser solto nesta sexta-feira, dia 24, mas o horário ainda não foi informado pela Secretaria de Administração Penitenciária de Minas Gerais, estado onde ele cumpre pena.

Em sua decisão, Mello afirmou que o ex-goleiro possuí “bons antecedentes” e que já está preso “há 6 anos e 7 meses”. O ministro também abordou a questão midiática do processo, declarando que “o clamor social surge como elemento neutro” na decisão, sendo “insuficiente a respaldar a preventiva”.

Publicidade
Publicidade

A ex-modelo Eliza Samudio foi morta em julho de 2010, aos 25 anos. Bruno e seu amigo e braço direito Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foram condenados pelo #Crime. Macarrão foi condenado a 15 anos de prisão e também cumpre pena. Ambos são acusados de terem sequestrado e planejado a morte de Eliza, que teria sido esquartejada. O goleiro ainda possui um filho com Eliza, também chamado Bruno. #Justiça