Um suspeito de assassinar a própria mãe, uma ambulante de 55 anos de idade, Valdelice Santos Nascimento, foi preso na última quarta-feira (22). A Polícia Civil disse que o suspeito tem problemas mentais, o filho da vítima Joilson disse ainda que realmente foi ele o autor do #Crime, por causa de um bate-boca com sua mãe, pois ela teria ficado irritada que o filho tinha revirado todas as suas roupas.

O crime aconteceu na última terça-feira (21), na Rua Coréia do Sul, na residência onde morava com o filho, Joilson do Nascimento, de trinta anos de idade. Segundo informações da polícia, o autor do crime também usava drogas. Ele foi detido no bairro Nordeste de Amaralina.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações, os polícias ainda evitaram que Joilson não fosse linchado por populares.

A mãe de Joilson era vendedora ambulante, se chamava Valdelice Santos Nascimento. Depois de ter visto suas roupas bagunçadas, foi tirar satisfações com o filho. Foi então que houve um desentendimento entre os dois, ainda segundo a polícia, Joilson derrubou a mãe no chão e veio a bater na cabeça dela por diversas vezes na parede.

Ainda segundo a Polícia Civil, o suspeito de cometer o crime contra a própria mãe foi pedir socorro achando que sua mãe ainda se encontrava com vida. Foi ao retornar para residência onde morava que ele foi detido e levado para a delegacia.

Joilson foi encaminhado para 28º Delegacia Territorial (DT), no nordeste de Amaralina, por uma guarnição da Polícia Militar (PM), de lá foi encaminhado para o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

Publicidade

Joilson do Nascimento foi preso em flagrante por homicídio, pela delegada de plantão Mariana Ouais, titular da 1º Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico).

Ainda segundo a delegada de plantão, mãe e filho brigavam constantemente e as agressões eram frequentemente. Parentes do autor do crime e da vítima informaram para a polícia que os dois sofriam de transtornos mentais. O autor do crime contra a própria mãe já tinha passagem pela polícia por tentativa de homicídio, na cidade de Milagres. #assassinato #Casos de polícia