O carnaval já começou em todo o Brasil, levando milhões de foliões para as ruas lotando blocos e desfiles por todos os lados. Todo mundo espera pelo carnaval durante o ano anterior, pois assim que o ano começa no calendário, logo menos o carnaval já chega, sendo que para alguns o ano só começa verdadeiramente após a festa mais popular do Brasil.

Até mesmo quem não gosta da festa espera ansiosamente para os dias de carnaval chegarem. É que essas pessoas aproveitam os dias carnavalescos que também são feriados para aproveitar e dar aquele descanso merecido. Alguns até viajam para lugares longe de barulhos e confusões de carnaval, sendo destinos naturais os mais procurados por aqueles que não gostam de pular nos blocos nem ver escolas de samba desfilarem.

Publicidade
Publicidade

Por mais impossível que pareça, algumas pessoas não gostam mesmo da festa, embora seja o carnaval o evento cultural mais famoso no Brasil. Essas pessoas são minoria, e grande parte da população brasileira gosta mesmo é de sambar e encher a cara até altas horas da madrugada durante o carnaval. Até mesmo o goleiro Bruno pediu para ser solto antes da festa, após sete anos em cárcere privado.

Enquanto o goleiro tenta sair das grades algumas outras pessoas acabam parando atrás delas durante o carnaval. É que alguns foliões acabam perdendo a noção e o juízo, indo parar direto atrás das grades, como esses que foram flagrados em vídeo.

Mas engana-se quem imagine que uma prisão pode ser motivo de desespero. Não para esses foliões zueiros, que viralizam na internet após curtirem o carnaval dentro de uma viatura da Polícia Militar.

Publicidade

Assista:

Os jovens dançam de um lado para o outro dentro da viatura, após serem presos durante o carnaval. Mesmo detidos, o grupo não desanima e continua dançando no ritmo das músicas que tocam enquanto eles estão dentro da viatura. A cena inusitada ganhou a internet, após o vídeo em que os jovens aproveitam o carnaval mesmo presos, mostrando que para a zoeira não há limites mesmo. Esses daí não vão parar de curtir o carnaval até quarta-feira, só que dessa vez será atrás das grades. #Crime #Casos de polícia