A situação no estado do Espírito Santo pode ser descrita como um verdadeiro caos. Ônibus já foram incendiados, as aulas nas escolas municipais foram suspensas, muitos comerciantes preferiram não abrir suas lojas, estão acontecendo vários arrastões e assaltos e os criminosos até já colocaram foto em um posto policial. Diante da violência desgovernada que tomou conta do estado, o governador César Colnago resolveu pediu ao presidente Michel Temer que envie as tropas federais para ajudar na segurança.

A prefeitura de Vitória decidiu pela suspensão do ano letivo nesta segunda-feira (6), por não haver condições mínimas de iniciarem as aulas.

Publicidade
Publicidade

Todas as unidades de saúde também foram fechadas por determinação do prefeito. Escolas particulares e também as faculdades, estão seguindo o mesmo caminho e suspendendo suas aulas, para que os alunos possam ficar em casa.

O Tribunal de Justiça e o Ministério Público do estado, decidiram suspender o expediente nesta segunda-feira e não sabem quando voltam, pois é preciso certificar-se de que a situação melhorou, para que os funcionários não corram risco. Até a Federação de Futebol do Espírito Santo resolveu pela não realização dos jogos pela Série A e o Campeonato Capixaba desse ano será prejudicado.

Arrastões e arrombamentos estão se tornando cada vez mais comuns, principalmente no centro de Vitória. Os shoppings também passaram a ser alvo dos criminosos e muitos comerciantes optaram por fechar as portas.

Publicidade

No comando da PM, a saída do coronel Laercio Oliveira não resolveu muita coisa. O coronel Nilton Rodrigues assumiu, mas não conseguiu impedir o caos.

André Garcia, secretário de Segurança Pública, informou que os casos de violência estão aumentando e que enquanto a polícia não voltar para as ruas, não existe a menor possibilidade de uma negociação.

Familiares dos policiais estão realizando várias manifestações por todo o estado do Espírito Santo, principalmente nas grandes cidades, pedindo reajuste salarial, pagamento de insalubridade, auxílio-alimentação, periculosidade e adicional noturno.

Ainda não há nada definido sobre o envio das tropas federais para ajudar na segurança da população do Espírito Santo.

Vídeos divulgados no Youtube mostram o caos em que o estado se encontra.

#Protesto #Greve #Casos de polícia