Um crime de violência sexual foi registrado contra uma mulher por volta das 16 horas de sábado (4), no povoado Labino, zona rural da cidade de Ilha Grande, Piauí. O acusado de ter praticado a violência sexual foi identificado pela polícia como Francisco das Chagas Magalhães Rodrigues, 26 anos, que é pescador, e foi preso em flagrante no momento em que praticava o ato sexual com a vítima. Ele se aproveitou de uma vítima de 28 anos, cujo nome não foi revelado pelas autoridades por motivos óbvios, que sofre de deficiências mentais.

Conforme informações repassadas pelas autoridades, dois homem que estavam trabalhando em uma lavoura tinham avistado o suspeito levando a vítima em uma bicicleta para dentro do matagal.

Publicidade
Publicidade

Como a vítima era conhecida dos dois, eles sabiam que ela sofria de problemas mentais. Desconfiados da atitude do sujeito, os dois homens entraram no matagal para averiguar o que estava acontecendo. Ainda, de acordo com a polícia, eles flagraram o homem cometendo o ato ilícito com a vítima.

De imediato, uma das testemunhas foi acionar a polícia, enquanto o outro ficou. O acusado ficou nervoso e tentou agredir a testemunha usando uma barra de ferro. Para se defender do ataque do estuprador, em posse de uma enxada, efetuou um golpe no suspeito, que atingiu o seu polegar direito, quase o decepando. A polícia foi acionada com a denúncia de violência sexual.

Diante da situação, uma viatura da polícia se deslocou até o local informado e confirmaram a veracidade dos fatos. O sujeito foi preso e em seguida encaminhado para uma unidade médica.

Publicidade

Após receber os atendimentos médicos necessários, ele foi levado para a Central de Flagrantes da cidade, para prestar o seu depoimento. Após o depoimento, foi autuado pelo crime de #Estupro. Em seguida, foi levado para um presídio, onde ficará à disposição da Justiça, que tomará todas as medidas dentro da lei. A vítima foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, onde passou por todos os exames necessários, e recebeu cuidados médicos adequados para evitar doenças sexualmente transmissíveis. #Investigação Criminal #Casos de polícia