No início da noite desta última quarta-feira (08), um homem, de 37 anos, levou um susto depois de deixar seu veículo estacionado em uma rua no bairro Jardim Tropical, em Avaré, no estado de São Paulo. Segundo relatou à polícia em depoimento, ele havia parado no local para ir até a casa da namorada. Como considera o bairro tranquilo e por já estar habituado ele não trancou as portas do veículo e permaneceu algumas horas na residência da companheira.

Quando resolveu ir embora, qual não foi sua surpresa quando retornou ao carro e se deparou com um cadáver no banco de trás. Segundo consta nos registros, ele imediatamente teria chamado à Polícia Militar que acionou os serviços da delegacia e da Polícia Civil.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o homem foi uma cena totalmente inesperada e assustadora, e nunca imaginou que uma coisa do tipo pudesse acontecer.

Para esclarecer todas as lacunas e hipóteses que se formaram diante do caso, e para seguir o protocolo investigativo o cadáver foi levado até o Instituto Médico Legal (IML) para passar por serviço de perícia. A polícia ainda determinará as nuances que cercam o caso e se se tratou de um #Crime e qual seria a sua natureza. A princípio o corpo não tinha marcas, nem de ter sofrido agressões e nem de ter sido alvejado por arma de fogo, por exemplo.

No IML o corpo pericial conseguiu identificar a vítima e localizar a esposa do mesmo. Ela foi chamada para reconhecer o companheiro e também foi ouvida pela polícia. A mulher disse que o marido tinha problemas com bebida alcoólica e ficava dias fora de casa.

Publicidade

Para os investigadores essa informação será essencial, e já se pensa em descartar a possibilidade de que a morte tenha sido homicídio.

Câmeras de segurança de prédios do local poderão ser analisadas para tentar descobrir o que aconteceu dentro do veículo na noite de ontem. No entanto, somente o exame de necropsia será definitivo para determinar o laudo da causa da morte, e esclarecer definitivamente o que aconteceu. O dono do veículo foi ouvido e liberado e até o momento não é considerado suspeito no caso. Um inquérito foi aberto para seguir com as investigações e apurar os fatos ocorridos. #Casos de polícia