Na manhã desta última segunda-feira (13), um grave #Acidente na BR-316 ceifou a vida de um homem identificado como Marcelo Jatobá, e deixou gravemente ferido o policial militar Carlos José da Silva, de 45 anos, em Palmeira dos Índios, município do Alagoas. A colisão frontal deixou estragos nos dois veículos, e ambos os motoristas acabaram morrendo, um deles ainda no local. A polícia militar foi acionada assim como a equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que ainda encontraram com vida o dos condutores que seria uma PM que estava de folga. O acidente ocorreu depois de uma ultrapassagem mal-sucedida.

O ‘cabo Índio’ esteve grave e preso entre as ferragens do veículo que ficou irreconhecível, ele conseguiu ser retirado pela equipe do Corpo de Bombeiros que também compareceu ao local, e transportado de helicóptero até a UPA do município.

Publicidade
Publicidade

No entanto, acabou também não resistindo aos ferimentos graves e morrendo já durante atendimento médico no pronto socorro. Assista às cenas chocantes do acidente no vídeo a seguir:

O acidente triste ficou ainda mais trágico depois que o filho de Jatobá que estava na capital Maceió, ficou sabendo sobre o acidente e a morte do pai. Ele dirigia seu veículo nas redondezas do bairro Jaraguá, perto do Porto de Maceió, quando foi notificado sobre o falecimento do pai pelo celular. Devido à notícia ele acabou perdendo o controle do carro, capotou, subiu no meio fio e bateu em um poste. Apesar de mais um acidente o filho de Marcelo Jatobá foi atendido e está estável clinicamente, não correndo risco de vida.

O PM Carlos Silva vivia em Palmeira dos Índios, mas estava lotado na Polícia Militar do Pernambuco.

Publicidade

Já o outro motorista, Marcelo Jatobá, era residente da cidade de Igaci, onde foi vereador e chegou a disputar o pleito na prefeitura do município no ano de 2000. Ele era casado com uma pediatra bastante reconhecida na cidade. Ambos serão velados pelos familiares que estão consternados com o acidente trágico. O filho acompanhará os ritos fúnebres apesar do susto levado e do acidente sofrido. #Crime