Muitas pessoas procuram se refrescar em dias quentes de verão de qualquer forma. Para quem possui piscina em casa, é neste momento em que ela é mais utilizada, ajudando a diminuir o calor do verão que é escaldante.

Como muitos não têm piscinas e locais particulares para se refrescar, cachoeiras e rios tornam-se destinos de muitos banhistas que buscam se relaxar no verão. Com água corrente e em temperatura agradável, piscinas naturais e cachoeiras são o local ideal para quem está fugindo do verão nestes dias quentes.

O maior problema em se refrescar em locais naturais está na segurança. Nem sempre os locais como cachoeiras e rios são propícios para banhistas, por ter correntezas e grande volume de água.

Publicidade
Publicidade

Mas isso não parece intimidar os banhistas, que se aventuram em busca de paz e sossego em águas calmas.

Foi pensando nisso que um homem resolveu se refrescar nas águas de um rio na China. O homem estava deitado no rio do leito até que ficou imóvel e chamou a atenção de pessoas que passavam pelo local.

Moradores de uma localidade próxima ao rio ficaram assustados com o homem imóvel na água e resolveram ajudar. Os cidadãos temiam pela vida do banhista, que parecia morto no rio.

Quando um homem se aproximou para retirar o possível corpo do homem, foram surpreendidos por algo que assustou a todos. Como muitos imaginavam que o banhista estava morto, o homem responsável pelo seu resgate estava posicionado para retirar o corpo do rio quando algo incrível aconteceu. Assista:

Assustado, o banhista acordou com o toque do homem que pensava estar salvando um corpo no rio.

Publicidade

O susto do banhista só não foi maior que o do homem que o tentou salvar. O socorrista, ao perceber o movimento do homem na água, saiu correndo, com medo do homem que na verdade não estava morto.

Depois da confusão o homem contou porque não estava se movendo nas águas do rio. O banhista resolveu descansar nas águas rasas do rio e acabou cochilando. Foi por isso que o homem permaneceu imóvel por tanto tempo, assustando as pessoas que pensavam que o banhista estava morto. #Crime #Casos de polícia