A Igreja Batista da Lagoinha, localizada em Belo Horizonte, Minas Gerais, voltou a se tornar notícia nessa segunda-feira, 27. A página do Facebook do site 'O Fuxico Gospel' publicou imagens do que seria um concurso de funk em pleno templo evangélico. A modalidade, no mínimo curiosa, teria até o chamado "Bate cabeça jovem", cujo principal objetivo é ver quem mexe mais a cabeleira enquanto rebola. Rapidamente, as imagens foram muito compartilhadas. No entanto, o caso não é tão recente. O vídeo, na verdade, repercutiu pela primeira vez em dezembro do ano passado, como mostram reportagens publicadas por alguns portais de notícia, inclusive, o próprio 'O Fuxico Gospel', especializado em notícias evangélicas.

Na ocasião, o 'Fuxico Gospel' disse que procurou a igreja de Belo Horizonte.

Publicidade
Publicidade

Alguns membros teriam informado que quando o vídeo foi gravado não existia nenhum culto religioso e que a gravação ocorreu em um espaço dedicado, justamente, a confraternizações. A igreja teria afirmado ainda que essa é uma forma de aproximar os jovens do caminho de Deus e que não viu nada errado nas imagens, que provocaram grande polêmica nas redes sociais.

No Brasil, nas mais diversas religiões, existem líderes espirituais que também são cantores. Eles entoam os mais diversos ritmos musicais. O padre Fábio de Mello, por exemplo, é voltado ao ritmo mais romântico/MPB, enquanto Marcelo Rossi ficou conhecido pelas músicas animadas, bem ao estilo pop. Ambos venderam milhares de CDs e livros por conta desse trabalho.

Veja abaixo o vídeo mostra os fiéis dançando muito em uma igreja evangélica.

Publicidade

Apesar do ritmo ser o funk, as letras entoadas no templo são voltadas a Deus e coisas boas, diferente do chamado "proibidão", que fala de sexo. Na sua opinião, existe algum problema desse tipo de exposição em um templo evangélico, ou tudo não passa de preconceito religioso? Não esqueça de deixar o seu comentário. A sua mensagem é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade brasileira.

#Religião