O jornalista Alexandre Garcia causou polêmica no seu perfil da rede social Twitter após comentar sobre "feminicídio". A palavra é usada para se referir as mulheres que sofrem crimes violentos apenas por ser do gênero feminino. Ele escreveu de forma a tentar ridicularizar a expressão criada para "distinguir crimes de gênero".

O apresentador acabou sendo "detonado" por internautas em seu Twitter após postar a frase: "Feminicídio é a invenção de quem pensa que homicídio é matar 'homi'". Em seguida da frase postada, uma seguidora rebateu: "Eu não aguento mais homem falando merda sobre feminicídio".

Outra deu um recado: "Cancela o #Feminismo" afirmando que mataram todo o movimento feminista com essa frase que o jornalista postou.

Publicidade
Publicidade

Outra mulher foi enfática e explicou para o apresentador o significado da palavra feminicídio, ela afirma que a expressão foi criada por pessoas que cometem crimes seja pela mulher ser simplesmente mulher, ou por estar em uma posição vulnerável ao lado de um "homi".

Alexandre Garcia foi "detonado" pelas internautas que afirmaram que em anos de jornalismo ele não tinha entendido o significado dessa palavra.

No Brasil, a cada uma hora e meia uma mulher é vítima de um homem, na maioria dos casos o abuso termina em morte.

Resposta do jornalista

Garcia não quis deixar "barato" e respondeu as seguidoras sobre a sua visão de "feminicídio". Ele ironiza e diz: "Assassinato de homem vulnerável seria 'androcídio'? Mas homicídio não é matar primata do gênero humano, não importando o sexo? Ou a biologia já sanciona 'mulher sapiens'?"

Alexandre Garcia foi acusado de machismo pelas suas palavras, não foi apenas mulheres que reclamaram da atitude do jornalista, um homem também se pronunciou dizendo que não seria surpresa o apresentador negar o feminicídio, já que ele, outra vez, teria deixado claro que o racismo surgiu após a ideia de fazer cotas para os negros.

Publicidade

Alexandre Garcia tem 76 anos e é âncora da Rede #Globo, ele faz cometários e colunas sobre política, atualmente ele está no programa "Bom Dia Brasil". #machismo