O caso aconteceu no dia 14 de janeiro, no estado Texas, nos Estados Unidos, a jovem Brittany Howard, de 25 anos, numa tentativa que seu pai cometesse suicídio, acabou sendo atingido com um tiro na testa, o projétil ficou alojado a 2,5 cm de se cérebro. Após o acidente a jovem foi socorrida e o pai desistiu de cometer o suicídio.

A jovem que é mãe de três meninas, contou que no dia do acidente, recebeu uma ligação de sua mãe informando que seu pai estava muito diferente, com um “comportamento estranho”. Brittany então se dirigiu até a casa de seus pais para ver de perto oque estava acontecendo.

Ao chegar à residência do casal, encontrou o patriarca com uma arma na mão, falando que iria se matar.

Publicidade
Publicidade

A jovem se desesperou e correu para tomar a arma da mão de seu pai. Ela conta que foi um acidente, pois os dois empurraram a arma e de alguma maneira ela disparou, acertando sua testa.

De acordo com o jornal “The Sun”, a jovem está se recuperando de maneira impressionante, passado apenas três semanas do incidente. Brittany colocou uma placa de metal na cabeça, além de receber um enxerto de pele no nariz. A vítima ainda terá que passar por três cirurgias reparadoras.

A jovem conta que não tem magoa de seu pai, pois foi um acidente, garante Brittany, que as marcas do machucado em seu rosto ela vai superar, diferente das cicatrizes que ficariam se ela tivesse perdido seu pai.

Atitude do pai

Com o susto provocado pelo o incidente, o pai de Brittany não tentou mais cometer o suicídio e agora tem outra perspectiva de vida.

Publicidade

Ela contou que agora ele está com um comportamento completamente diferente, e afirmou: “Às vezes, um acidente trágico ou uma tragédia são necessários para mudar a forma como as pessoas encaram a vida”.

A jovem resolveu levantar fundos de maneira coletiva, para poder custear seu tratamento médico. Além de organizar movimentos beneficentes para arrecadar ainda mais dinheiro. Ela já conseguiu arrecadar 4.375 dólares que é equivalente a 13.600 reais.

Embora o pai de Brittany não tenha cometido o suicídio, ele terá que enfrentar processo judicial, por ferir gravemente uma pessoa da família. #Crime #Casos de polícia