Aquelas lendas sobre brinquedos possuídos pelo demônio que se espalhavam pelos pátios das escolas (as lendas se espalhavam, nãos os brinquedos do demônio - que se saiba) só crianças ingênuas acreditavam nelas. Sentir medo assistindo aos filmes como os da franquia Brinquedo Assassino, protagonizados pelo terrível Chucky. É preciso ser muito medroso para sequer começar a pensar que algo como os eventos mostrados na tela pudesse acontecer na vida real. Mas...

A verdade é que a vida real tem seu jeito de desafiar simplificações, e uma família do Rio de Janeiro foi forçada a repensar seus conceitos sobre o que brinquedos podem fazer. Ana Sousa postou em sua página na rede social Facebook a história de #Terror pela qual sua família passou recentemente. Segundo seu relato, ela acordou às 4 horas da manhã com um som vindo do quarto da filha. Era a voz da #Boneca Baby Alive da menina.

Detalhe: a garota estava dormindo no quarto dos pais e não havia ninguém no da criança. Ana resolveu acordar o marido para que ele fosse lá "com óleo ungido e revestido no poder pra expulsar o espirito perturbador".

Infelizmente, havia uma falha nesse plano: o marido ficou aterrorizado ao ouvir a voz e quase se molhou. A esposa admite que sentiu-se muito sozinha e abandonada nessa hora.

Tendo perdido a fé nos homens - ou pelo menos naquele ao seu lado -, ela resolveu apelar à benevolência e ao poder divinos. "Então, comecei a pedir perdão pelos meus pecados, e chamei os anjos de Deus e fui com toda coragem no quarto já esperando que a boneca me matasse”, disse. Talvez tenha dado certo porque quando ela se aproximou da boneca, a falação cessou.

Ana então segurou a boneca e passou a, segundo suas próprias palavras, "repreender o mal". Enquanto isso, o marido encontrava-se debaixo da coberta, ocupando-se em esconder-se de Satanás.

Passado um tempo, ele criou a coragem necessária para ir conferir se a boneca já havia dado cabo da esposa. Os dois então desceram para a sala da casa com o brinquedo. Ao chegar lá, a boneca recomeçou sua cantilena pré-programada.

Depois de analisar a situação metodicamente casal chegou a uma conclusão: as crianças haviam molhado a boneca e o mecanismo responsável pela fala ficou danificado. Aliviado, o casal voltou a dormir, mas achou prudente deixar a “pesta” (como Ana a chamou) na sala debaixo de duas almofadas.

Mudando de assunto: segundo post de uma mãe, há uma família carioca rifando uma linda boneca com um pequeno defeito no mecanismo da fala. As rifas custam apenas R$ 2, e o dinheiro será revertido para a compra de uma boneca que não fale.

O excedente será doado para uma instituição de caridade que ajuda crianças da favela do Chapadão, no Estado do Rio de Janeiro. Motivo de querer se livrar da boneca: querem dormir tranquilos à noite. #Macabro