Geralmente, moradores de rua tem uma rotina de precariedade. Eles dormem embaixo de marquises de maneira improvisada. Muitos usam apenas papelões e cobertores antigos para passarem a noite. No entanto, algumas imagens nessa semana, supostamente feitas no Espírito Santo, após a onda de saques na região, deram o que falar. A foto da esquerda da capa dessa reportagem, por exemplo, que mostra um morador dormindo em uma cama box, foi registrada em frente a lojas que vendem, dentre outras coisas, camas. O local é uma esquina do bairro Jardim Camburi, na capital do Espírito Santo, Vitória.

Imagens polêmicas rodam a internet

A segunda imagem não tem origem identificada.

Publicidade
Publicidade

Alguns internautas dizem que a imagem é de Vitória, mas mostra, na verdade, a versão do 'Balanço Geral', da Record TV, no Rio de Janeiro. Na imagem, o sofredor de rua tem uma TV em alta definição, um ventilador e até um notebook. Pelo visto, o homem da imagem é bastante antenado. Moradores do Espírito Santo dizem que há até mendigos com TVs 3Ds. Alguns acreditam que os móveis e eletrônicos mostrados nas imagens tenham sido objeto de saque na região. No entanto, não é possível dizer com 100% de certeza se eles foram mesmo comprados, ou se, na verdade, são objeto de um #Crime.

Veja alguns posts feitos por internautas que mostram a rotina de alguns moradores de rua do Espírito Santo:

Na região, os policiais militares estão parados desde o último sábado.

Publicidade

Informações da Polícia Civil da região revelam que, desde a paralisação, 121 assassinatos aconteceram na grande Vitória. Como comparativo, no mês inteiro de janeiro, foram apenas 4 assassinatos. Como os números são de uma semana, matematicamente, dá um aumento de mais de 100 vezes na criminalidade, usando como referência o mês dito anteriormente.

Nesta sexta-feira, 10, o governo disse que vai começar a indiciar os PMs grevistas. 700 deles, que correspondem a 7% da corporação, podem ser indiciados. Eles podem pegar até mesmo a vinte anos de prisão.

Deixe seu comentário!