A polícia de Sinop, no Estado de Mato Grosso, investiga a morte de um casal encontrado morto na cama de uma casa no bairro Jardim das Azaleias, na manhã da última terça-feira (31).

A jovem está sendo apontada por páginas especializadas em ocorrências policiais na internet como sendo a administradora de um grupo de criminosos no aplicativo para celular WhatsApp. Ela seria menor de idade.

A polícia ainda não confirmou essa ligação. De acordo com os policiais, os dois podem ter sido executados. Ambos foram alvos de tiros à queima roupa. A adolescente recebeu quatro balas. No rapaz os peritos identificaram de quatro a cinco perfurações por arma de fogo.

Publicidade
Publicidade

Embora a identidade de ambos não tenha sido revelada, e nem tenha havido divulgação oficial sobre a motivação do #Crime, nas redes sociais fontes ligadas ao noticiário policial dão conta de que a garota mantinha um grupo no aplicativo de conversas. Ela era identificada como “Suaa Malvadaa”.

Um print com diálogos nesse meio de comunicação instantânea mostram algumas frases que denotam se tratar de um grupo de criminosos com planos de matar policiais.

“Tem q morre pelo menos uns 10 puliçia (sic)”, escreveu um integrante.

“Mas morre 50 ladrão (sic)”, responde uma outra garota, identificada como Ingrid Issa.

O usuário Ntv Geovave também se manifesta, com erros gritantes na grafia: “Ladraozada de Sinop tem q ce uni junta todas quebrada e ir pra cima tbm se puliçia tem arma ladrão tbm tem e nao existe colete q protege tiro no cranio (sic)”.

Publicidade

A casa onde o casal apareceu morto fica na Rua dos Cambuís e trata-se de uma espécie de edícula, localizada nos fundos de uma outra residência.

Segundo as autoridades policiais, os suspeitos arrombaram a primeira moradia para poderem entrar na segunda casa. Enquanto os corpos foram encaminhados para necropsia no Instituto Médico Legal (IML), a polícia faz diligências para tentar obter pistas sobre a autoria do crime.

Por enquanto, não há nenhuma linha de investigação prioritária. Nenhuma hipótese de motivação do duplo assassinato está sendo descartada.

#Investigação Criminal