As imagens da câmera do circuito interno de um bar da cidade de Rio Verde, em Goiás, que mostra uma esposa traída, revoltada com a situação, agredindo o marido e a amante, viralizou na internet nesta terça-feira (21) depois de ter sido publicada no Facebook.

O vídeo mostra que a confusão aconteceu no último domingo (19), no final da tarde, na pacata cidade do interior de Goiás. O homem, de camiseta preta, está ao lado da suposta amante, que veste um macacão jeans, e à frente deles há uma outra mulher, de vestido. Os três conversam quando a esposa traída, de calça e top branco, chega transtornada ao local.

Ela se aproxima sorrateiramente e desfere um soco no marido.

Publicidade
Publicidade

Na sequência, puxa a amante pelos cabelos e a derruba. O boné do homem voa para fora do bar. Tudo acontece tão rápido que não houve nem tempo de os dois reagirem. A amante cai e o homem, que tenta segurar a esposa, cai por cima.

A esposa traída pega uma cadeira e tenta acertar a mulher que acompanhava seu marido. As pessoas ao lado olham assustadas. O vídeo não tem áudio e por isso não dá pra saber o teor dos xingamentos.

O descontrole da mulher que surpreendeu o marido é impressionante e ninguém consegue segurá-la. Fora do bar, na rua, ela corre atrás da amante. A câmera do sistema de segurança do bar é imóvel.

A mulher que acompanhava o homem casado se refugia dentro do bar, ao lado da amiga que estava com ela. Neste momento, uma outra mulher aparece para ajudar a esposa traída. Com uma garrafa, ela tenta acertar a rival.

Publicidade

Do lado de fora, o marido tenta se defender dos golpes da esposa. O vídeo tem um minuto e 40 segundos. Os nomes do envolvidos não foram divulgados e o vídeo já foi visto por quase um milhão de pessoas.

Traição

Em pesquisa divulgada no ano passado, os dados assustaram. Cerca de 50,5% dos homens já admitiram ter traído a parceira. Entre as mulheres, o número diminui, mas é igualmente alto: 30,2% já foram infiéis.

Os dados fazem parte da pesquisa Mosaico 2.0, coordenada pela psiquiatra Carmita Abdo, do Instituo de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP). A média nacional de #traição, portanto, é de 40%.

#Briga #infidelidade