Nessa semana, uma publicação feita na internet deu o que falar. Uma mulher, que preferimos não identificar o nome por questões judiciais, publicou uma foto com um recado inusitado para o marido. Na mensagem, a mulher critica o fato do companheiro, frequentemente, curtir fotos de mulheres com pouca roupa no Facebook. Ela então decidiu fazer o mesmo, mas do modo reverso. A gata publicou uma foto sensual com a barriga para baixo e mostrando o bumbum, dizendo que também faria o mesmo. É claro que o assunto viraria um verdadeiro mito nas redes sociais. Muita gente zombou do rapaz, que adorava curtir as mulheres dos outros, mas esquecia da dele.

"Com uma deusa dessas e você prefere ficar olhando as redes sociais dos outros", disse um internauta ao comentar a foto da moça.

Publicidade
Publicidade

O caso fez tanto sucesso que neste sábado, 11, o perfil da mulher "sincerona" já não estava mais no ar. Muita gente acredita que muitas pessoas tenham denunciado a foto ousada ou então que ela tenha apagado o conteúdo para evitar problemas em seu #Relacionamento. Na mensagem polêmica, a mulher dizia que a foto ousada era para o seu esposo querido. Em seguida, ela revelou que ele costuma fazer as curtidas polêmicas. "A cada foto que eu ver você curtir, eu vou fazer igual", disse a moça, que fez questão de fazer o registro com a dedo na boca, mostrando que pode ser mesmo muito sensual.

Polêmicas sem fim

Em seguida, a dita cuja se disse uma mulher gostosa e que o companheiro não precisava estar procurando outra coisa na rua. A protagonista da polêmica ainda fez questão de colocar que ama muito o esposo e marcar ele nas redes sociais.

Publicidade

Não se sabe se o rapaz mencionado fez alguma coisa após a exposição do caso. No entanto, é certo que, pelo menos, os dois conversaram sobre o assunto. Na sua opinião, a esposa fez certo ao dar o troco a seu companheiro por conta da polêmica? Deixe seus comentários. Eles são sempre importantes e ajudam no diálogo.

Veja abaixo a foto que acabou viralizando e provocando a discórdia sobre o caso.

#Crime