Os estupros estão mais frequentes em casas, o que vem preocupando a sociedade. Uma menina de 12 anos de idade foi estuprada por seu padrasto no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de salvador (BA). A menina está grávida de 7 meses do estuprador. Segundo o tio da vítima, ela foi passar as férias na casa da sua avó em Salvador e passou mal todos os dias, andava com muito sono e vestindo roupas grandes, o que levou à suspeita da gravidez.

A garota relatou aos familiares que os abusos já vinham acontecendo há 9 meses e ocorriam quando sua mãe saía de casa. A jovem disse ainda que o padrasto aproveitava as saídas e a carregava para o quarto do casal, onde a maioria dos abusos acontecia com sequencias de violências.

Publicidade
Publicidade

Em depoimento, a família da garota falou que ela vinha escondendo tudo com medo do que poderia acontecer com a criança e com sua mãe. Após os familiares da vítima ficarem sabendo dos abusos, acionaram o Conselho Tutelar, que entregou a guarda da jovem para a sua tia.

Mesmo com a gravidez, a menina ainda vinha sofrendo com o abuso do padrasto, o que causou revolta dos parentes. Os familiares desconfiam que a mãe da vítima sabia dos abusos constantes e que ela estava escondendo e inventando uma história. A justificativa é de que ela tinha ganhado um enxoval para a criança de um bebê que já havia falecido.

Segundo a tia por parte de pai, ela queria ajudar nas compras do enxoval para a criança e a mãe da vítima falou que não precisava. A suspeita é que ela estava protegendo o marido.

A ocorrência foi registrada na Delegacia Simões Filho, e o acusado foi ouvido pelos policiais e preso.

Publicidade

O caso ainda está sendo investigado para que todos os fatos sejam esclarecidos e serem aplicadas todas as medidas cabíveis ao caso.

Pela suspeita da família, a mãe da adolescente saía de casa para deixar que a adolescente ficasse a sós com o marido, que era quando o estupro ocorria. Os policiais tentam agora descobrir se a mãe realmente teve participação nos abusos sexuais cometidas contra a filha. #Abuso Sexual #Investigação Criminal