Na madrugada do último sábado (11), Policiais Civis da #DEIC receberam a informação de que uma #quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos iria agir em uma agência do Banco do Brasil, na cidade de São João Batista, grande Florianópolis. Imediatamente, se deslocaram até o local e evitaram a ação criminosa. Houve intensa troca de tiros entre os agentes e os criminosos. Três bandidos morreram no local e um deles ficou ferido e outros três foram presos em flagrante pelos crimes de organização criminosa, tentativa de latrocínio, tentativa de explosão e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e explosivos. Dois Policiais Civis também foram alvejados, mas não correm risco de morte.

Publicidade
Publicidade

Outros bandidos conseguiram fugir do local em dois veículos. Na fuga, um morador foi feito refém, mas liberado ainda em São João Batista.

Um veículo incendiado e outro abandonado

No litoral norte do estado, na cidade de Tijucas, a Polícia encontrou um dos veículos utilizados pela quadrilha. O carro estava totalmente queimado. Já no extremo sul catarinense, a Polícia encontrou o outro veículo utilizado pela quadrilha. O carro estava estacionado em um centro comercial, às margens da BR 101. No interior do veículo, foram encontrados armamentos pesados e explosivos. O SAER (Serviço aeroespacial da Polícia Civil) com apoio da Polícia Rodoviária Federal, foram quem localizaram o veículo abandonado, um Citroen C4 Lounge com placas de Caxias do Sul/RS. Ainda no extremo sul, mais dois criminosos foram presos.

Publicidade

Bandidos foragidos e cena de guerra

Conforme a Polícia Civil, outros criminosos ainda estão sendo procurados pela região sul do estado. Suspeita-se que possam estar na região de Criciúma. Já em São João Batista, onde ocorreu a tentativa de explosão, bombas de combustível em um posto foram atingidas durante a troca de tiros, além de outras marcas em prédios comerciais das proximidades. A mesma agência bancária já havia tido caixas eletrônicos explodidos em outra ocasião. No local do confronto, onde morreram três criminosos, estes vestiam roupas pretas e usavam coletes à prova de bala. Já na semana passada, a BR 101 em Joinville ficou interditada, pois um veículo contendo dinamites foi abandonado. Até o momento, não ha relação entre os dois casos.