A capitã Ana Paula Moutinho ficou conhecida em todo o Brasil por um episódio de benfeitoria. Ela amamentou um bebê encontrado nas ruas do Rio de Janeiro. A capitã, que serve no 31º Batalhão da Polícia Militar, que fica no Recreio dos Bandeirantes, chegou, inclusive, a ir ao 'Encontro', da Rede Globo de Televisão. Na atração, ela chegou a ser elogiada pela apresentadora Fátima Bernardes. A ex-mulher de William Bonner mostrou que os policiais tem muitas atitudes boas. A pauta apareceu depois que a famosa foi criticada por supostamente defender bandidos e não os militares.

Nesta sexta-feira, 10, como mostra uma reportagem do portal de notícias G1, a capitã acabou sendo presa.

Publicidade
Publicidade

Ela é acusada de incitar a greve na corporação carioca. Há boatos de que a PMERJ entrará em greve. A informação tem sido negada, constantemente, pelas autoridades. O medo da população é que o casos, que já acontece no estado do Espírito Santo, possa fazer parte do imaginário carioca. Ana Paula teria escrito uma mensagem no Facebook, na qual mandava os seguidores fugirem "para as colinas". A frase é comum na internet, quando algo não está indo tão bem.

Prisão até domingo

A polícia confirmou que a capitã está presa. Em nota, a entidade alega que a detenção ocorreu, pois as mensagens escritas por Ana Paula foram consideradas agressivas demais à sociedade. A previsão é que a servidora seja solta já neste domingo, 12. A mensagem para fugir até às colinas acabou sendo apagada do Facebook. No entanto, muitos amigos da capitã que amamentou o bebê abandonado, mostraram mensagens de apoio à ela na rede social.

Publicidade

Alguns deles se mostravam preocupados com a situação de Ana e até levantaram algumas teorias da conspiração.

Lembrando que a criança amamentada pela capitã tinha apenas vinte e oito dias, quando acabou sendo encontrada nas ruas do Recreio dos Bandeirantes. O recém-nascido foi abandonado pela própria mãe. A avó da criança, no entanto, acabou sendo localizada pelos policiais militares e decidiu ficar cuidando do bebê. #Crime #Investigação Criminal