Publicação polêmica tem sido compartilhada em todo o #Brasil: um print que mostra o assédio sexual que um #professor passou no Facebook. Na imagem postada, tem como visualizar cantadas que estudantes passaram para o docente.

Uma das alunas comentou: "Dá sim, nem faz meu tipo. Só a b... dele que dá uma p... vontade de apertar... Né? Olha que b... maravilhosa". Outros alunos também redigiram comentários com teor sexual na foto do professor.

Outra aluna não aprovou a atitude promovida pelas estudantes e comentou em tom de critica: "se fosse uma professora já iam falar mil coisas... mas homem pode né?".

A repercussão foi negativa perante as pessoas que visualizaram e compartilharam, a maioria criticou o gesto praticado pelas alunas, principalmente as que fizeram a postagem.

Publicidade
Publicidade

Os críticos consideraram que as alunas faltaram com respeito e agiram de má fé em terem exposto alguém que trabalha como professor no meio estudantil.

Em uma página do Facebook foram 295 compartilhamentos, com comentários negativos em forma de critica ao ato, alguns internautas diziam que o gesto promove a objetificação do gênero masculino.

Assédio Sexual

O assédio sexual consiste no ato de constranger alguém com a finalidade de obter vantagem ou até ganhar um favorecimento sexual, não sendo considerado como paquera nem elogio. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é uma manifestação grosseira, que não depende da vontade da pessoa assediada para se concretizar, podendo inclusive o assédio ser enquadrado como crime, levando em consideração o comportamento de quem está assediando.

De acordo com o CNJ, poderá haver a concretização do ato de assediar por meio atitude verbal ou física, com ou sem testemunhas, podendo ocorrer na sala de aula ou até fora do âmbito estudantil.

Publicidade

Destaca-se que o assédio estará caracterizado quando alguém diz coisas desagradáveis ou invasivas, que busque objetificar sexualmente quem é assediado. No caso, observa-se que o professor sofreu assédio sexual, promovido por alunas que fizeram exposição do docente em rede social.