Nesta sexta-feira, 3, um usuário do Twitter identificado como Marcos Muller, virou um dos assuntos mais comentados da rede sociais. O motivo é que ele estava muito bravo com o funcionamento do site do '#Exército Brasileiro'. Na mensagem, o rapaz que ao que tudo indica deve ter cerca de dezoito anos diz que veria nesse fim de semana se o site do Exército estava funcionando. Ele chama o site "mer...", mas diz que quer se alistar logo, demonstrando ao mesmo tempo uma certa afinidade com as Forças Armadas. O perfil da entidade então decidiu responder Marcos, dando aquele puxãozinho de orelha. “Então @MarcosMuller__ o site do alistamento está funcionando e apesar do xingamento estamos aguardando sua inscrição”, dizia a mensagem que acabou viralizando.

Publicidade
Publicidade

Apesar da própria entidade dizer que o rapaz poderia se inscrever, mesmo após xingar o site da corporação, muita gente fez piada em torno do assunto. Marcos acabou levando ainda mais broncas. Um usuário, inclusive, mandou o rapaz desistir, pois o nome dele pode ter sido anotado. A entidade, novamente, voltou a responder e, dessa vez, usou um tom bem irônico. "Que é isso… nem pensamos nisso”, disse o perfil do Exército brasileiro no microblog de 140 caracteres.

Veja alguns dos comentários sobre o assunto nas redes sociais

"O Exército, antes de tudo, é uma instituição de ensino que prepara as pessoas para a vida. Uma boa formação lá te dá respaldo e moral para concorrer a um bom emprego. No Exército, as pessoas aprendem a conviver e se relacionar socialmente e se comportar como bom cidadão.

Publicidade

As Forças Armadas são como uma grande Família. Essa entidade é digna de respeito', disse um usuário do Facebook.

"Fazer parte do exército e uma honra, tentei de todas as formas entrar para o exército quando jovem e não consegui, por não ter na época condições para viajar e fazer provas. Mas os jovens de hoje evitam de todas as formas as forças armadas, não querem ou não suportam disciplina e respeito", disse um internauta que revelou sempre ter vontade de fazer parte da entidade.