Apesar de toda a globalização do mundo moderno, há um documento que não “envelhece”, sendo necessário para facilitar o dia a dia das pessoas que atravessam as fronteiras internacionais, e este documento de identidade especial é o #passaporte. São os governos estabelecidos em cada nação que concedem o passaporte aos cidadãos, assegurando que os mesmos são de fato originários daquele determinado Estado. O documento tem como prerrogativa a permissão formal para que a pessoa em trânsito possa atravessar a fronteira geográfica ou legalmente estabelecida de um país de origem para um outro no estrangeiro. Este documento funciona ainda como um direito de se exigir a proteção da lei e também visa assegurar que a pessoa possa retornar em segurança ao seu país de nascimento.

Publicidade
Publicidade

Na maioria dos passaportes há informações vitais para que estes objetivos sejam cumpridos, tais como: a fotografia do portador com a sua assinatura padrão, data completa de nascimento, a nacionalidade do indivíduo e outros dados vistos como pertinentes para identificação nas locomoções de maior ou menor distância.

Entenda o que deve ser realizado para solicitar um passaporte brasileiro

Já na ocasião de se preencher o formulário virtual, o interessado tem de optar pelo posto do Departamento de Polícia Federal que esteja situado mais próximo, a fim de os documentos necessários indicados serem entregues pessoalmente e se obtenha assim, finalmente, o passaporte.

Publicidade

  • Fase 2: após o cumprimento desta etapa, se faz necessário imprimir o boleto para pagamento da GRU - Guia de Recolhimento da União, com atenção para a data de vencimento, cuja taxa de concessão do documento a ser pago é no valor de R$ 257,25.
  • Fase 3: em seguida ao pagamento da GRU, o indivíduo deve levar o comprovante do boleto pago junto com as demais documentações originais exigidas e o canhoto comprovando a solicitação da “identidade internacional” a uma agência do DPF - Departamento de Polícia Federal, a qual foi sinalizada no momento do preenchimento das informações no site da Polícia Federal.

Vale frisar antes de tudo, que determinadas unidades do DPF exigem que se agende uma data de comparecimento; todavia, a pessoa só ficará sabendo da real necessidade do agendamento em relação ao local escolhido depois que findar o pedido pelo passaporte.

  • Fase 4: quando a pessoa for retirar o passaporte pronto na PF, deverá apresentar a carteira de identidade ou RG com o recibo de quando esteve pela 1ª vez na unidade do DPF. O cidadão tem a chance de consultar online o status do pedido por ele feito.

Documentação necessária para se tirar o passaporte:

  • Registro Geral, também chamado de Documento de Identidade;
  • Levar consigo o antigo passaporte antigo, caso já tenha tirado anteriormente;
  • Tanto o título de eleitor quanto os comprovantes de que houve o comparecimento na última eleição, inclusive dos 2 turnos se tiver ocorrido;
  • Certificado de alistamento militar em dia para as pessoas do sexo masculino;
  • O recibo do pagamento da GRU autenticado pelo banco
  • CPF

Demais informações ou respostas as dúvidas podem ser sanadas na seção específica do site da Polícia Federal.