Todos os dias milhares de aviões decolam em todo o mundo. Mesmo com tantas viagens, os acidentes são considerados raros, até mesmo os menores. Nesta quarta-feira, 22, no entanto, o aeroporto de São Paulo viveu um momento de tensão. Uma explosão em uma das aeronaves assustou muitos brasileiros. Alguns até rezaram, como mostram posts feitos nas redes sociais. As orações tiveram início, após os internautas acreditarem que o que aconteceu em Congonhas pudesse ter sido bem pior. A explosão verificada, mais tarde, descobriu-se ser um incêndio. O fogo atingiu a aeronave da Latam, que faria a viagem de número 3254, com sentido a Belo Horizonte, em Minas Gerais.

O fogo começou no início da noite e atingiu a posta do aeroporto de Congonhas.

Publicidade
Publicidade

As informações foram confirmadas pelo portal de notícias UOL. No momento do incêndio, a aeronave preparava-se para fazer sua decolarem. Os passageiros foram retirados de outros aviões que estavam próximos ao que pegava fogo. A medida foi uma norma de segurança seguida à risca, evitando que novas vítimas fossem verificadas na ação. O incêndio ocorreu, justamente, quando o avião já se preparava para decolar. No momento da decolagem, mais de cem passageiros estavam a bordo. Ao todo, eram 134 passageiros e outros seis tripulantes.

Por conta do imprevisto, a Latam está oferendo hotéis para os passageiros. Já os que quiserem viajar ainda nessa noite, poderão pegar o voo JJ 3226. A decolagem ocorreria no fim da noite, segundo informações da empresa. O acidente incomum fez o aeroporto paulista ficar fechado.

Publicidade

Por conta do fechamento, vinte voos ficaram atrasados. Muitos passageiros que estavam em Congonhas relataram momentos de tensão por conta das notícias que demoravam a chegar e da operação feita na pisca, a fim de apagar o fogo no avião.

Ao que se sabe, uma das turbinas teria explodido antes da decolagem, o que iniciou o incêndio. O aeroporto foi fechado, pois uma das pistas precisou ser levada. Uma hora mais tarde, no entanto, ela já estava pronta novamente. #Acidente aéreo