Infelizmente, o crime faz parte do dia a dia de muitas comunidades brasileiras e afeta, inclusive, algumas personalidades. Prova disso é o assassinato de uma rainha de bateria famosa às vésperas do Carnaval. Paola Serpa Severo, de trinta e três anos era rainha da atual escola campeã do Carnaval em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a 'Imperatriz Dona Leopoldina'. Ela acabara de assumir o posto de rainha e foi morta enquanto esperava a filha na porta da escola. O assassinato aconteceu no bairro de Cachoeirinha, que fica na Região Metropolitana. Antes de assumir o posto de rainha do Carnaval, Paula foi musa da harmonia, uma das partes mais importantes da escola.

Uma das principais correntes de investigação do caso é que a mulher tenha sido vítima de latrocínio, que é o roubo seguido de assassinato.

Publicidade
Publicidade

No entanto, nenhum linha de investigação foi afastada pela polícia até o momento, especialmente porque o #Crime acontece a poucos dias do Carnaval. O assassinato ocorreu na Avenida Odedy Cândido Vieira. Paola estava com o carro parado esperando sua filha sair de uma escola de música. Enquanto ela esperava, criminosos apareceram e a assassinaram com vários tiros. Não se sabe se ela resistiu ao assalto ou se o crime pode ter sido encomendado, afinal, apenas ela foi vítima da ação.

O delegado Newton Martins, responsável pela segunda Delegacia da região, revela que, a princípio, a informação que a delegacia tem é que a rainha estava sozinha no veículo, mas que nenhum dado foi descartado. No momento, agentes procuram imagens de câmeras de segurança que possam ajudar a desvendar o mistério em torno de um das musas da escola campeã do Carnaval.

Publicidade

O delegado do caso lembrou que, a região do crime, por se tratar de ser próxima a um condomínio, provavelmente, é cercada por várias câmeras.

A morte da musa da escola campeã pegou os integrantes de surpresa. Não se sabe ainda se uma homenagem será feita à ela durante/antes/após o desfile. No entanto, esse é o intuito de muitos ritmistas da comunidade. #Investigação Criminal