O site da Revista Veja, em matéria publicada na noite desta quarta-feira, 1º de fevereiro, acabou vazando informações sobre o estado de saúde da ex-primeira dama do Brasil e mulher do ex-presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia. O novo boletim médico, conseguido com fontes do site, muda tudo. Antes, Marisa tinha sido liberada dos sedativos, mas a condição de saúde dela se agravou nas últimas horas. De acordo com a Veja, a mulher do representante do Partido dos Trabalhadores teve uma anisocoria. Isso significa que as pupilas dela estão com tamanhos diferentes, o que não é um bom sinal.

De acordo com os médicos ouvidos pela publicação, quando isso acontece, uma hemorragia pode estar atingindo o tronco cervical da paciente.

Publicidade
Publicidade

Lembrando que Marisa Letícia foi internada após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) com hemorragia. Ela, inicialmente, precisou passar por um procedimento cirúrgico para desinchar o crânio, que foi bem sucedido, e agora os médicos tentam fazê-la voltar do coma, o que ainda não aconteceu. Apesar da iniciativa da diminuição de sedativos, a mulher conhecida em todo o país não teria chegado a acordar.

Sessão espírita no fim de semana contou com a presença de Lula

A notícia dada pela Veja é a segunda ruim envolvendo Marisa. Mais cedo, quando examinaram a paciente famosa, os médicos perceberam que a inflamação cerebral dela havia piorada. De acordo com relatos da medicina, isso costuma ocorrer quando existe uma hiperemia, que é um aumento da quantidade de sangue circulando em um mesmo local.

Publicidade

Foi exatamente esse aumento que provocou o primeiro Acidente Vascular Cerebral na esposa de Lula. No fim de semana, a pedidos do ex-presidente, o médium João de Deus foi até ao hospital Sírio Libanês, no estado de São Paulo, onde Letícia está em uma UTI. O médium, famoso internacionalmente, teria feito uma sessão religiosa no quarto.

Dona Marisa está internada desde o dia 24. O AVC sofrido por ela, segundo os médicos, é o do tipo mais grave. #Crime