Um dos videntes mais conhecidos do Brasil é Carlinhos. Recentemente, ele esteve em um programa regional da Record TV, quando fez previsões que envolvem para todos nós. Uma delas, segundo o paranormal, são as que envolvem a política brasileira. O famoso diz que o presidente do Brasil, Michel Temer, do PMDB, irá renunciar ao cargo ainda no segundo semestre. Ele fala que o presidente da câmara, deputado federal Rodrigo Maia, será perseguido e que isso causará problemas com diversos nomes. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também seria preso. Para terminar, o clima de crise faria com que os militares assumissem o poder, mas de maneira temporária.

Publicidade
Publicidade

É bom lembrar que o último período de ditadura no país ocorreu entre a década de 1960 e 1980.

Carlinhos diz que o novo presidente do Brasil será Álvaro Dias. A disputa, segundo ele, acontecerá entre o Senador do PSDB e Ciro Gomes. A ex-senadora Marina Silva apareceria na frente das pesquisas por muito tempo, mas ela seria uma espécie de "cavalo paraguaio", perdendo faltando dois meses para o pleito. Alguns fenômenos naturais importantes também afetariam milhões de pessoas. Segundo o #Vidente, um deles é um avanço do mar no Sul do Brasil. Cidades como Balneário do Camburiu e Penha seriam muito afetas.

De acordo com Carlinhos, outro mal que aconteceria seriam as fortes chuvas em cidades como o Rio de Janeiro. O paranormal alega que os fortes temporais causariam deslisamentos de terra no Sul Fluminense, em municípios como Teresópolis e Petrópolis.

Publicidade

Ele revela que entre duzentas e trezentas pessoas faleceriam com o episódio. Há ainda um possível terremoto para a cidade de São Paulo, que derrubaria mais de cem prédios.

Veja abaixo as previsões do paranormal Carlinhos sobre diversas coisas que acontecem no Brasil e no mundo. Na sua opinião, é possível mesmo prever o futuro, ou isso tudo não passa de enganação ou "achismo"? Deixe a sua mensagem. Ela é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade.