Carlinhos é um dos principais videntes do Brasil. O tempo todo o nome dele aparece em diversas polêmicas. O paranormal, dessa vez, viu seu nome sobressair nas redes sociais por uma suposta previsão. #Carlinhos teria dito que previu o acidente no Carnaval do Rio de Janeiro envolvendo um carro alegórico? Foi isso o que internautas postaram. No entanto, a previsão gravada pelo #Vidente falava em tragédia de chuvas e deslizamentos e não uma batida de um carro alegórico, como aconteceu com a escola de samba Paraíso do Tuiuti. Na noite deste domingo, 26, o último carro da agremiação que subiu ao grupo especial nesse ano, acabou batendo ao fazer uma curva na Marquês de Sapucaí.

O acidente do carro fez com que vinte pessoas ficassem feridas.

Publicidade
Publicidade

Oito delas tiveram ferimentos mais graves e foram levadas ao hospital. Três, em especial, estariam em estado grave, com fraturas expostas e em tratamento. Apesar disso, nenhuma das pessoas, felizmente, correria risco de morte. O motorista do carro alegórico, assim que aconteceu a batida, decidiu fugir do local. Ele é considerado foragido pela Polícia Civil, que fará uma perícia para tentar entender quem seria o culpado pelo o que aconteceu. Representantes da Liesa, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, chegaram a culpar as pessoas que estavam na Marquês de Sapucaí pelo o que aconteceu.

Fama de Carlinhos

A fama do vidente surgiu ainda na Copa do Brasil de 2015, quando Carlinhos acertou que o jogador de futebol Neymar não chegaria ao último jogo. Ele ainda disse que, caso o Brasil jogasse com a Alemanha ou Holanda, levaria uma goleada e seria eliminado da competição.

Publicidade

Por acado, o Brasil jogou com as duas seleções e, em ambas as oportunidades, acabou levando uma goleada, marcando assim o maior vexame de todos os tempos do time Canarinho.

No ano passado, em um programa de televisão, Carlinhos disse que um avião com um time de futebol cairia. Meses depois, a aeronave que levava a Chapecoense para a final da Sul-Americana caiu na Colômbia, matando 71 pessoas.