Nesta última quinta-feira (16), Paola Serpa Severo, de apenas 33 anos, conhecida por ser rainha da escola de samba Imperatriz Dona Leopoldina, acabou sendo assassinada por volta das 19 horas e 30 minutos. Um homem chegou para abordá-la e acabou cometendo o crime de latrocínio, ou seja, assalto seguido de #Morte. O crime aconteceu em Porto Alegre.

Um vídeo disponibilizado pela Polícia Civil, mostra o momento em que Paola estava no carro e o homem a abordou. O assassino chegou a pé e tentou de alguma maneira tirá-la o mais rápido possível de dentro do carro, querendo ocupar seu lugar para dirigir. O delegado responsável pelo caso, Newton Martins, disse que nas imagens é claro que o homem tentou tirá-la do carro, mas possivelmente ela ficou presa com o cinto de seguranças, impossibilitando uma rápida saída.

Publicidade
Publicidade

Como a moça não conseguiu sair, o homem acabou atirando e matando-a.

Paola estava estacionada no local em frente a um condomínio da Avenida Obedy Cândido Vieira, ela estava esperando sua filha de apenas 7 anos sair de uma escola de música. Os criminosos fugiram e não conseguiram levar nada, a filha de Paola felizmente não presenciou o crime.

O homem que tirou a vida da mulher chegou em um carro Voyage com mais duas pessoas. A polícia encontrou em seguida o Voyage incendiado na região de Cachoeirinha e levou para perícia. O carro usado para o crime havia sido roubado na mesma quinta-feira, o que intriga nas investigações é que o dono do Voyage está envolvido em crimes, então a polícia atrela as investigações colocando esse homem como mais um suspeito.

Veja o vídeo a seguir, no momento em que Paola foi assassinada.

Publicidade

Dor para os carnavalescos

Neste ano Paola assumiria a vaga de Rainha da Bateria pela Imperatriz de Leopoldina, o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, Juarez Guiterrez, lamentou a morte da moça e disse que todos ainda estão chocados, tentando entender o ocorrido.

O presidente da Imperatriz, Victor Hugo Amaro, também desabafou: "Isso nos pegou de surpresa. Ninguém esperava algo assim, pela pessoa que ela era. É um ser humano que se vai precipitadamente. Estamos muito desolados e tristes". #assassinado #Carnaval