Um vídeo divulgado por um cinegrafista amador flagrou o momento em que um carro é atacado por um grupo de homens após um evento do pré carnaval de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, no último sábado (18).

A confusão teria acontecido após um show de micareta no bairro Barra Sul. As imagens mostram um Volkswagen modelo Voyage preto na Avenida Atlântica e seus integrantes na situação de alvos de agressores à pé.

As cenas captam muitas pessoas gritando enquanto latas de lixo são arremessadas contra o veículo. Ao mesmo tempo, um homem e sunga e sem camisa parte para cima do homem que estava no banco do condutor do carro.

Publicidade
Publicidade

Ele desfere vários socos e depois sai correndo. Com ele estava um outro sujeito de blusa branca.

Um bicicleta também é arremessada no carro, na parte e quase pega em um dos homens que está no banco do carona.

O homem que estava no assento do motorista sai de dentro do veículo e parece não acreditar no que acaba de ocorrer. Uma mulher retira o outro individuo que estava no banco de passageiros e o puxa em direção da areia para fugirem da confusão. Ele tenta voltar para o local da briga e ela resiste.

Dois guardas munidos de cassetete chegam e a briga se dissipa. Os foliões enfurecidos saem correndo.

Um grupo de populares tenta esfriar os ânimos, ajudando a retirar a lata de lixo de cima do veículo. O vídeo termina depois de alguns segundos.

Testemunhas deram informações sobre o motivo dos ânimos terem se exaltado.

Publicidade

Os relatos dão conta de que o carro havia atropelado pessoas que caminhavam pela ciclofaixa. Por causa disso, um jovem teve a perna quebrada e foi levado ao Hospital Ruth Cardoso.

No momento do ataque o carro está realmente parado em cima da área reservada para ciclovia e comentários em um dos posts onde o vídeo foi compartilhado no Facebook especulam que a invasão ao espaço das bicicletas seria a razão dos ataques.

Minutos depois uma outra confusão foi registrada, desta vez envolvendo um motorista de uma BMW que teria sido ofendido por foliões e resolveu tirar satisfações.

#Crime #Casos de polícia